Início Geral

Dona Terezinha

Dona Terezinha Gayoso acompanhou, na cidade de Patos, a evolução das tecnologias do século XX para o século XXI. Ela morreu esta semana aos 91 anos de idade, no Hospital da Unimed, em João Pessoa. Sua longa jornada na Terra é uma prova cabal de que a expectativa de vida do ser humano vem aumentando cada vez mais, principalmente quando se vive sem exageros e com os cuidados que a vida requer, porque ela é uma preciosidade divina.

Não conheci dona Terezinha, mas acompanhei, em parte, a atuação do marido dela, o ex-deputado José Gayoso, que, por muitos anos, representou a região das Espinharas no Parlamento estadual.

Dona Terezinha Gayoso era uma pessoa querida e estimada em Patos, principalmente pelas pessoas da faixa etária acima de 60 anos, que não são poucas.

Ontem, na Assembleia Legislativa, o deputado Nabor Wanderley (PMDB) apresentou um requerimento propondo voto de pesar à família Gayoso pela morte de Dona Terezinha. “Deixo meus votos de solidariedade e pesar aos familiares de Terezinha Gayoso”, disse Nabor Wanderley em seu requerimento.

No plenário, foi a vez do deputado Antônio Mineral (PSDB) registrar a morte da viúva do ex-deputado José Gayoso e mãe do ex-prefeito de Santa Terezinha José Afonso, que hoje tem sua esposa, Terezinha Lúcia Alves de Oliveira, como prefeita daquela cidade próxima a Patos. Mineral lamentou a morte de Dona Terezinha e disse que a cidade de Patos está entristecida.

DE MÃOS ATADAS

O presidente da Câmara da Capital, Marcos Vinícius, está quase entre a cruz e a espada, no que se refere a acomodar aliados. Tem dinheiro em caixa para contratar, mas para isso teria que criar cargos. Em tempos de crise e de discursos de crise, como justificar a criação desses cargos. Não tem como, né?

MANOBRA 1

Apesar de ter a maioria das vagas na Comissão de Constituição e Justiça, o líder Hervázio Bezerra teme que haja manobra nos bastidores por parte da oposição, a ponto de abocanhar a presidência.

MANOBRA 2

Agora, eu vou dizer uma negócio, a oposição segundo o líder Tovar Correia Lima, tem 12 integrantes. Não é possível, que os governistas não consigam se articular.

O QUE SERÁ?

O que conversavam tão animadamente o líder do Governo, Hervázio Bezerra, e os deputados Nabor Wanderley, Janduhy Carneiro e Frei Anastácio, ontem, durante a sessão na Assembleia?

PÉ NO ‘BUCHO’

O deputado João Henrique teria botado o pé no bucho de olho na presidência da Comissão de Orçamento. Segundo ele, haveria um compromisso firmado desde a eleição da Mesa.

AMIGO VIRTUAL

O desembargador Fábio Gouvêa, do TJ de SP visitou o TJPB, onde foi recebido pelo colega Márcio Murilo. Os dois, inclusive, são membros da Câmara Criminal. “Estando de férias em João Pessoa, decidi visitar o meu colega, o desembargador Márcio Murilo, que até então só o conhecia virtualmente”, disse Gouvêa.

OSTRACISMO

O suplente de deputado estadual Emano Santos, após passar um ano na ALPB na titularidade do mandato e passadas as eleições, parece que tomou chá de sumiço. Ou está esquecido?

TESOURA

Segundo a rádio peão, a ‘tesoura’ está correndo solta na Prefeitura da Capital. Já foram feitos cortes e, o que se comenta nos corredores, é que haverá mais.

SEM PRESTÍGIO

Ao ser perguntado sobre a situação do PSDB junto a Prefeitura da Capital, o ex-deputado Ruy Carneiro fez aquele gesto de “mais ou menos”. Ruy preside o PSDB na Paraíba.

COM PRESTÍGIO

Em se tratando de prestígio, porta aberta quem tem é o senador Cássio Cunha Lima, que se eu não me engano, tem audiência com Luciano Cartaxo hoje.

s

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.