Início Geral

Eleitor que n?o regularizar o t?tulo n?o pode fazer concurso nem empr?stimo banc?rio

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), desembargador Saulo Benevides, faz um apelo aos eleitores para que não deixem para comparecer apenas nos últimos dias, ocasionando longas filas como aconteceu no final do recadastramento biométrico. Cerca de 40 mil pessoas ainda não regularizaram o título na Paraíba.

“Nós temos apenas 10 dias úteis para atendimento ao público, então estamos disponibilizando um horário estendido e pedimos que os eleitores compareçam para regularizar a situação eleitoral, sem deixar para o último dia”, declarou o desembargador.

Conforme alertou o desembargador, não haverá atendimento nos finais de semana nem no feriado de 1º de maio. O presidente do TRE lembrou que a falta do título não implica apenas em deixar de votar. O cidadão não pode fazer concurso público, tirar passaporte, realizar empréstimo bancário, nem se cadastrar em benefícios sociais que exigem a apresentação do título de eleitor.

A Justiça Eleitoral fecha o cadastro do sistema 150 dias antes da eleição (o que acontecerá no dia 7 de maio) para conferir os dados e cruzar informações que levem ao número exato de eleitores em todo o Brasil. O eleitor tem até o dia 7 para fazer o alistamento, transferência de domicílio eleitoral e regularizar o título cancelado no caso de quem deixou de fazer o recadastramento biométrico. Após essa data só será possível ficar em dia com a Justiça Eleitoral depois das eleições deste ano, que acontecem no dia 5 de outubro. O presidente do TRE lembrou também que a falta do título não implica apenas em deixar de votar. O cidadão não pode fazer concurso público, tirar passaporte, realizar empréstimo bancário, nem se cadastrar em benefícios sociais que exigem a apresentação do título de eleitor.

A menos de seis meses das eleições, mais de 40 mil eleitores de João Pessoa e Campina Grande, dois maiores colégios eleitorais do Estado, ainda não fizeram o recadastramento biométrico, e podem ficar impedidos de exercer o direito do voto. No último dia do prazo para o recadastramento biométrico, as filas já eram longas no início da manhã nos postos de atendimento em João Pessoa e Campina Grande. Restando apenas uma semana do prazo extensivo para quem não fez, a tendência é uma grande abstenção de recadastramentos.

Os eleitores com menos de 70 anos (obrigador por lei a votar) e que ainda não fizeram o recadastramento biométrico, têm apenas uma semana para procurar a Justiça Eleitoral. São 30.082 em João Pessoa e 10.833 em Campina Grande. Para agendar a biometria, basta acessar o Sistema de Agendamento da Biometria, disponível no site do TRE-PB, na página do recadastramento biométrico. Lá o eleitor deve preencher o formulário e procurar o local e dias disponíveis para atendimento.

Até o dia 7 de maio o horário de atendimento ao público na Cenatel (Central de Atendimento aos Eleitores) de João Pessoa e de Campina Grande será das 8 às 18 horas. O horário foi ampliado a partir desta terça-feira por determinação do presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba, desembargador Saulo Benevides, para intensificar o atendimento aos eleitores que ainda não regularizaram a situação com a Justiça Eleitoral.

Palavras Chave

Portal Correio
publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.