Moeda: Clima: Marés:
Início Meio ambiente

Em 11 anos, desastres naturais causaram prejuízo de R$ 639 bilhões aos municípios, diz CNM

Presidente da entidade, Paulo Ziulkoski diz que 5.233 cidades do Brasil foram afetadas por eventos climáticos de 2013 a 2023
De acordo com a CNM, 5.233 municípios foram afetados por desastres naturais (Tomaz Silva/ Agência Brasil)

O presidente da CNM (Confederação Nacional dos Municípios), Paulo Ziulkoski, disse nesta segunda-feira (20) que de 2013 a 2023 os desastres naturais causaram prejuízos de R$ 639 bilhões às cidades brasileiras. “Isso antes desse episódio do Rio Grande do Sul, que está aumentando a cada dia em função do que está agregado aí”, alertou. As informações são do R7, parceiro nacional do Portal Correio.

De acordo com Ziulkoski, 5.233 municípios foram afetados por desastres decorrentes das mudanças climáticas. “Todos os municípios do Brasil, praticamente, tiveram eventos da natureza que ocasionou distúrbios em suas comunidades”, contabilizou. “Quatrocentos e dezoito milhões de pessoas foram afetadas por desastres, sendo 2.667 mortes até agora nesses dez anos”, completou.

Ainda segundo Ziulkoski, por causa dos desastres naturais, mais de 5 milhões de pessoas tiveram suas casas destruídas ou precisaram abandoná-las. “O equivalente a 3,3 vezes a população do município de Porto Alegre, por exemplo. Noventa e quatro em cada 100 cidades tiveram registros de desastres”, afirmou. “E não é nas grandes cidades. É nas pequenas e médias cidades, onde mais ocorrem [os desastres naturais], acrescentou.

Prejuízo causado pelas inundações no RS

Uma estimativa divulgada em 12 de maio pela CNM aponta que os efeitos das inundações sem precedentes no Rio Grande do Sul já causaram prejuízos superiores a R$ 8,4 bilhões em 446 municípios gaúchos desde o dia 29 de abril. “Desse total, R$ 4,5 bilhões se referem ao setor habitacional, com 101 mil moradias destruídas ou danificadas”, informou a confederação.

A CNM enfatizou que o levantamento dos estragos causados pelas chuvas e inundações no Rio Grande do Sul é preliminar, uma vez que os gestores municipais enfrentam dificuldades para inserir informações nos sistemas.

Receba todas as notícias do Portal Correio no WhatsApp

publicidade
© Copyright 2024. Portal Correio. Todos os direitos reservados.