Moeda: Clima: Marés:
Início Esportes

Empate entre Sousa e Ferroviária-SP elimina o time paraibano na Série D

O Sousa não encontrava forças para superar as linhas defensivas montadas pela Ferroviária-SP procurava administrar o empate, garantindo o acesso para a Série C de 2024.
Sousa e Ferroviária em jogo eliminatório da série D. (Foto: Ascom Ferroviária)

O Sousa apenas empatou com a Ferroviária-SP, em 1 a 1, neste domingo (3), resultado que eliminou o representante paraibano no Campeonato Brasileiro da Série D de 2023. Com isso, a Ferroviária-SP obteve o acesso para a Série C do próximo ano.

A partida deste domingo (3) aconteceu no estádio Antônio Mariz, o Marizão, na cidade de Sousa, com casa cheia, pois o torcedor do Sousa compareceu em massa, na esperança de fazer uma grande festa, o que não aconteceu.

A Ferroviária-SP conseguiu o resultado que precisava, pois venceu o jogo de ida por 1 a 0, em São Paulo, e seguindo o regulamento precisava apenas do empate e soube administrar o placar de 1 a 1.

O representante paulista teve a sorte de encontrar um gol logo aos quatro minutos do primeiro tempo, através do atacante Xavier, aproveitando uma falha da defesa do Dinossauro, deixando o Sousa em uma pressão maior.

Os dois gols aconteceram no primeiro tempo. Enquanto Xavier abriu o placar da partida fazendo 1 a 0 para o time da Ferroviária-SP. Enquanto que o Sousa obteve o empate ainda na primeira etapa, com um bonito gol anotado pelo atacante Luiz Henrique, cobrando falta, aos 46 minutos do primeiro tempo.

A etapa de número dois não teve tantas emoções, como na primeira, com as duas equipes produzindo pouco nas linhas de frente. O Sousa não encontrava forças para superar as linhas defensivas montadas pela Ferroviária-SP procurava administrar o empate, garantindo o acesso para a Série C de 2024.

O árbitro de Sousa 1×1 Ferroviária-SP, foi Marcelo de Lima Henrique. Os assistentes foram José Moracy de Sousa E Silva e Anderson da Silva Rodrigues, todos da Federação Cearense de Futebol. O quarto árbitro foi José de Arimateia Freires e o analista de campo foi Miguel Felix de Oliveira, ambos da Federação Paraibana de Futebol.

O árbitro de vídeo foi Paulo Renato Moreira da Silva Coelho e do AVAR foi Carlos Henrique Cardoso de Souza, ambos do Rio de Janeiro. O observador de VAR foi Erich Bartolomeu Antas Bandeira de Pernambuco. O VAR não precisou ser acionado.

publicidade
© Copyright 2024. Portal Correio. Todos os direitos reservados.