Empres?rio fala como foi baleado por agente em JP e diz que perdoa suspeito; assista

40
COMPARTILHE

O empresário Gabriel Correia de 31 anos recebeu alta hospitalar nessa sexta-feira (15) e falou pela primeira vez depois de passar cerca de uma semana internado por ter sido baleado na porta de uma casa de shows da Capital. O crime ocorreu no dia 8 de janeiro deste ano e um agente penitenciário, suspeito de tentar matá-lo, está preso. Gabriel falou à TV Correio HD neste sábado (16). Assista abaixo.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Na entrevista, o empresário contou que estava fora da casa de shows no Bessa quando viu o agente penitenciário sendo expulso do local pelos seguranças.

Segundo Gabriel, o agente veio na direção dele e começou a agredi-lo verbalmente e com empurrões. “Ele empurrou meu rosto e disse que eu fazia parte de uma gangue. Quando o empurrei de volta, ele sacou a arma e atirou”, explicou.

Gabriel falou que saiu correndo e pedindo ajuda, com medo de ser alvejado mais vezes. “Botei a mão na barriga e corri, com medo dele atirar mais. Caí na escadaria da casa de shows e aguardei a chegada do Samu, que me socorreu cerca de 15 minutos depois [de ter sido acionado]”, contou. O empresário se emocionou ao pensar que poderia ter morrido e deixado a família.

Na entrevista à TV Correio, Gabriel esclareceu ainda que não houve confusão dentro da casa de shows que tivesse resultado nessa tentativa de homicídio, nem que haveria alguma rixa de infância com o suspeito. Ele finaliza dizendo que perdoa o suspeito de tentar matá-lo.

O agente penitenciário de 31 anos, suspeito de tentar matar o empresário, foi preso logo depois do crime e permanece na prisão após decisão judicial. Ele poderá ser exonerado da função que tem no Estado.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas