Início Geral

Entre o populismo e a transparência

“Vamos acabar com esse populismo arcaico, esse terrorismo desleal, e construir um Brasil que funcione”. O trecho integra o desabafo feito pelo deputado Pedro Cunha Lima, do PSDB, em uma rede social. Ele teve o nome ‘lembrado’ mais uma vez a respeito sobre a Proposta de Emenda Constitucional que que permitiria às universidades públicas cobrar pela pós-graduação ‘lato sensu’. Talvez tenha sido citado por ter votado a favor da PEC, na sessão da última quarta-feira, que foi arquivada. Vou dizer o que penso. Continuemos com o desabafo de Pedro: “O problema é que a política no Brasil é feita na base do populismo e do discurso fácil. Você pega um tema que exige aprofundamento, resume a três quatro frases de efeito, faz um conceito simplista, que não reúne toda a complexidade do tema e sai espalhando conceitos falsos para vencer esse debate. As pessoas não sabem a distinção entre pós graduação ‘lato sensu’ e ‘stricto sensu’”. Concordo sobre o populismo, sobre não se ler os projetos. Mas, eu me pergunto deputado: de quem é a culpa? De todos nós, políticos e sociedade. Vou reafirmar aqui as exceções, claro. Mas, os políticos não têm interesse em esclarecer e a população, na maioria das vezes, não têm acesso à informação ou não se interessam mesmo. Sem falar dessas pessoas que fazem o terrorismo. Mas, volto a perguntar: Quem incentiva esse terrorismo? Aqueles políticos que não têm interesse que as pessoas não saibam e usam cabos eleitorais para esse tipo de ação, o que para mim, é lamentável. Deposito nos políticos jovens, e aí incluo Pedro, a esperança e uma transparência maior.

Contratação legal

A Ordem dos Advogados do Brasil na Paraíba (OAB-PB), por meio do seu Conselho Superior, aprovou uma resolução informando que as prefeituras podem contratar advogados por inexigibilidade de procedimento licitatório. A decisão será comunicada aos gestores municipais e ao governador da Paraíba.

Avanço

E o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), continua sua caminhada na busca de musculatura política para uma possível disputa pelo Governo da Paraíba. desta vez veio à João Pessoa, no foco do território “inimigo”.

Na Capital

Em João Pessoa, Romero garantiu que seu nome está posto, mas que o PSDB precisa definir sobre o que realmente deseja na eleição do próximo ano.

Coragem

E a presidente da Câmara de Campina Grande, Ivonete Ludgério (PSD), mostrou que não está ocupando o cargo por acaso. Ela tem coragem, e muita. Afirmou que fica com Romero em qualquer cenário.

E o partido?

Sobre ser da mesma legenda do prefeito Luciano Cartaxo, a presidente disse que essa discussão ficará para um segundo momento.

iN loco

O deputado federal Benjamin Maranhão (SD) esteve na empresa de telemarketing AeC Contact Center, instalada em João Pessoa. O parlamentar foi conversar com os trabalhadores que serão beneficiados pela Projeto de Lei 4.302/1998 que libera a terceirização para todas as atividades das empresas e que foi aprovado pela Câmara.

Alerta

A deputada Camila Toscano (PSDB) abordou um tema importante de ser discutido na Paraíba. Segundo ela, apenas em João Pessoa foram registrados 250 casos de câncer de mama e 80 de colo de útero.

Investimento

Camila aproveitou para cobrar mais mais investimentos por parte do Estado na prevenção a essa doença que mata centenas de paraibanas.

Posse 1

Próxima segunda-feira, o desembargador Joás de Brito Pereira, presidente do TJPB irá a Recife participar da posse da nova Mesa Diretora do Tribunal Regional Federal da 5ª Região. Será às 17h, no Salão do Pleno.

Posse 2

Serão empossados os desembargadores Manoel de Oliveira Erhardt, Cid Marconi e Paulo Machado Cordeiro, presidente, vice e corregedor.

Palavras Chave

Portal Correio
publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.