Início Entretenimento

Escritora paraibana lança livro em São Paulo

“Sempre achei que quando alguém lê muito fica tão carregado de histórias que tem um momento que ele tem a necessidade de criar a sua própria”, diz Jadna Alana, de 21 anos. A cantora, YouTuber e escritora natural de Nova Palmeira, no Seridó Oriental Paraibano, mora atualmente em Campina Grande, Agreste paraibano, e já publicou histórias em seis livros, entre os quais três são de sua autoria, o mais recente será lançado no dia 16 de dezembro, em São Paulo.

Jadna não veio morar em Campina Grande por acaso. Ela é estudante de letras pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), mas a paixão pelo mundo da escrita não partiu do curso superior. Para saber como isso se deu, o Portal Correio conversou com a jovem sobre a relação dela com o universo imaginário dos livros.

Para começar, ela relata que não sabia com exatidão em que queria se formar, quando terminou o Ensino Médio e tomou a decisão de ir parar o Agreste. “Meu sonho sempre foi me formar em canto e música, eu pensei a priori que a música e a arte não iriam me dar dinheiro, então decidi fazer outra coisa e a primeira coisa que eu cogitei fazer foi filosofia. Meu professor era incrível, eu o admirava muito, pensei em seguir os passos dele, eu até passei, mas não cheguei a cursar porque meu pai não tinha condições de me manter em Campina”, narrou.

‘Ter que esperar mais um ano’, foi o que ela precisou para uma nova oportunidade na área acadêmica surgir e foi quando relatou se jogar na leitura. “Não imaginava que iria começar a escrever, foi quando terminei de ler a série da Cassandra Clare, Instrumentos Mortais e sempre que estava lendo esses livros eu ficava pensando, ‘meu Deus, por que o personagem fez tal coisa nessa cena? por que esse personagem não é de tal forma e é assim? Aí eu falei: ‘quer saber? Estou opinando demais nas histórias dos outros, vou criar a minha”, brincou.

Primeira criação

Esse, segundo ela, foi o gatilho para que surgisse a primeira criação, A Saga dos Seis Portais, inspirado nessas referências, isso ocorreu no ano de 2016. “Fiz cinco capítulos, mas achava que era perda de tempo, que ninguém iria ler e eu não teria coragem de mostrar para ninguém. Acho que seis meses depois uma prima foi na minha casa e começamos a conversar, sem querer falei que tinha feito isso, ela falou que queria ler, eu mostrei e ela ficou apaixonada”, lembra Jadna.

A prima foi outro gancho para que ela continuasse a escrever. “Ela disse que queria mais, me sugeriu uma rede social que se chama Wattpad, onde você pode publicar livros. Foi lá que encontrei meu público, que terminei de escrever o livro e encontrei os meus leitores. Eu achava que iria fica só nisso, quando surgiu a oportunidade de publicar em uma editora e assim foi”, conta.

De acordo com Jadna ainda há um pensamento na sociedade de que e muito difícil publicar livro atualmente, mas ela garante que não é. “O difícil é ter dinheiro porque você precisa investir, e tem também a dificuldade de precisar se manter no mercado”.

Desânimo

Um momento de desânimo, conforme ela, foi quando chegou a trabalhar de forma gratuita para a primeira editora, mas quando conheceu a editora atual, resolveu mudar. Tinha sido uma escolha certa. “É uma galera que realmente aposta no que eu faço”.

O canal de Jadna, no YouTube, é intitulado de Uma Escritora Diferente, sobre isso ela diz que, “a palavra diferente, estranha, foi algo que me acompanhou desde pequena, eu era desolada, me sentia estranha de fato, as crianças não gostavam de estar lendo, eu lia e me sentia sozinha, não tinha com quem comentar dos livros, ninguém gostava do que eu gostava, então resolvi me assumir como diferente e fiquei”.

Diferencial na escrita

Já como escritora, ela fala sobre diferencial. “Falar sobre isso é difícil, todo escritor acaba não valorizando o que faz. Você sempre acha que você pode evoluir, eu não acho a minha escrita ótima, mas pelo menos eu tento trazer algo novo no universo da fantasia”.

Jadna ainda relata que as mensagens principais que ela quer passar para os leitores são analogias. A jovem tenta trazer algo da sociedade atual para um mundo fantástico. “Eu quis muito trazer essa coisa do que é errado na atualidade, nos livros os seres buscam pela liberdade, alguns matam e morrem por determinadas causas. Tem batalhas e guerras para que eles consigam chegar o objetivo de reencontrar essa salvação, que é poder viver livre e amar quem quiser”.

Os livros de Jadna podem ser encontrados em plataformas digitais, no formato de ebook na Apple Store e na Play Store. De forma física, podem ser encontradas no site da editora Coerência, seu mais recente trabalho foi O Retorno do Príncipe, continuação da obra Os Sete Reinos de Olivarum, participou da antologia Era Uma Vez, é coorganizadora da antologia Sedentos por Sangue e participou também da coletânea Os Supremos.

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.