Moeda: Clima: Marés:
Início Saúde

Especialista alerta para sinais e diagnóstico precoce dos cânceres de cabeça e pescoço 

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), 76% dos casos são diagnosticados tardiamente, aumentando a taxa de mortalidade
Câncer
Evitar hábitos nocivos é importante para prevenção (Foto: Reprodução/TV Correio)

Lesões na boca que não cicatrizam em menos de três semanas podem ser sinal de um dos cânceres que acometem a região da cabeça e pescoço, quinto tipo de maior incidência entre homens e mulheres no Brasil. No mês de conscientização da doença, o chamado Julho Verde, o Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW-UFPB/Ebserh) chama atenção para os principais sintomas e fatores de risco. 

De acordo com o cirurgião de cabeça e pescoço, Francieudo Rolim, o uso frequente do tabaco e álcool é um dos hábitos que aumenta em até 20 vezes as chances de se desenvolver a doença. O termo câncer de cabeça e pescoço é utilizado para o conjunto de tumores que se manifestam na face, boca, laringe, faringe, glândulas parótidas e salivares, tireoide e ossos da cabeça e pescoço. 

Historicamente, esses cânceres estão relacionados também à má higiene oral, infecção pelo HPV – papiloma vírus humano, e exposição ao sol (em se tratando do câncer de pele). Por apresentar sintomas parecidos com outras condições clínicas como aparecimento de nódulo, ferida que não cicatriza, dor de garganta sem melhora, dificuldades para engolir e alterações na voz como rouquidão, o câncer de cabeça e pescoço pode ser negligenciado.  

“Trata-se de uma doença com muitos estigmas e de difícil tratamento. Esse mês queremos ter melhor resultado possível na divulgação para que as pessoas se conscientizem e passem a se prevenir mais”, disse Francieudo. 

O especialista alerta para as formas de prevenção destacando, entre elas, abandonar o uso de álcool e cigarro, além de manter uma higienização bucal adequada e utilização de protetor solar e evitar exposição ao sol entre as 10h e 16 horas. Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), 76% dos casos são diagnosticados tardiamente, aumentando a taxa de mortalidade. 

Campanha 

Dia 27 de julho é o Dia Mundial de Prevenção do Câncer de Cabeça e Pescoço e, para conscientizar os brasileiros sobre a importância do diagnóstico precoce, a Associação de Câncer de Boca e Garganta criou a campanha Julho Verde.

O objetivo é alertar para um tumor que, na maioria dos casos, tem diagnostico tardio, pois os indivíduos não dão a atenção devida aos primeiros sinais.   

Palavras Chave

Saúde

Comentários

Paulo Henrique dos Santos disse:

Tenho tumor no rosto, queratocisto de maxila já operei por três vezes, e caroço no pescoço, que já fiz até biopsia, SE puderem me mandar alguma orientação sobre isso agradeço.
Muito obrigado.

Umbelina Lustosa. disse:

E necessário cuidado cosntante, en quanto há temponpara tratar.
Dra. Umbelina Lustosa.. Rio de Janeiro.

Márcio Ribeiro disse:

Sou de Poá/sp. Onde procurar para um diagnóstico acerca desse problema

Márcio Ribeiro disse:

Sou de Poá/sp. Onde procurar para um diagnóstico acerca desse problem

Márcio Ribeiro disse:

Sou de Poá/sp. Onde procurar para um diagnóstico acerca desse problema?
Obrigado!!!

Maria das Graças de Figueiredo disse:

Ótimas informações.
Pior, acho que tô sentindo tudo isso.,

Renata disse:

Qual médico procura, não estou bem vivo tossindo o clínico disse que é tireóide está aumentada!

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.