Moeda: Clima: Marés:
Início Notícias

Especialistas dão dicas para quem quer começar a praticar corrida

Correr é um dos exercícios físicos mais completos para o corpo humano. Ao mesmo tempo em que estimula o sistema cardiovascular, ajuda a emagrecer e mesmo a tonificar músculos das pernas e do abdômen. Não é à toa que diversos especialistas das áreas da Educação Física e principalmente da medicina têm recomendado a prática dessa atividade.

Existem algumas pesquisas que referem que apesar de a corrida ser uma das mais “democráticas” atividades físicas, já que é barata e pode ser praticada em qualquer idade e em quase qualquer lugar, muitas pessoas têm dificuldade em começar.

Devagar se vai ao longe: o maior segredo é pegar leve no início

É muito comum que quem comece a correr esteja fazendo isso por recomendação médica. Pode ser para combater o sedentarismo, para emagrecer ou para fortalecer o coração.

Nesse sentido, um erro muito comum cometido pelas pessoas, principalmente por quem está acima do peso, é começar a correr em um ritmo pesado.

O segredo é justamente o oposto: pegar leve é o caminho mais adequado. Assim evita-se lesões, fadiga extrema e a pior consequência: cansar-se tanto que a desistência da atividade física acaba sendo a única saída.

A disciplina e o foco são fundamentais

É muito comum que os corredores iniciantes desistam nos primeiros três meses. Afinal, os resultados no corpo não são imediatos. Cada corpo reage de um jeito, o que significa que às vezes a parte positiva só é percebida muito tempo depois de se iniciar as corridas.

Por essa razão, os especialistas e atletas veteranos recomendam muita disciplina. É preciso ser metódico e mesmo criar um plano de corrida.

Começar a correr 1 quilômetro três vezes por semana pode ser uma opção, por exemplo. Depois, semanalmente, aumentar a distância ou o tempo correndo é superinteressante.

Independente de qual for o plano, o mais importante é segui-lo à risca, com foco, para não acabar se esforçando em vão.

Colocar limites na própria corrida evita lesões e acidentes

Um problema comum em quem está começando a correr é não conhecer os limites do próprio corpo. Mesmo aqueles maratonistas ultracampeões sabem quando é preciso desacelerar ou mesmo parar por um tempo.

Por isso o correto é não bancar o super-homem ou a super-mulher. Reconhecer quando há algum tipo de desconforto muscular ou quando a respiração não acompanha a intensidade do treino é importantíssimo.

Isso evitará lesões graves, além de possíveis acidentes que podem levar inclusive ao óbito.

Buscar um grupo de corrida pode ser a melhor escolha

Os grupos de corrida estão se proliferando em todo o Brasil. Eles são ótimos para quem é corredor iniciante. Além dos conselhos e do suporte dos mais experientes, é uma forma de ganhar confiança para evoluir na prática.

Essa confiança é fundamental no início. Muitas vezes é mais difícil desistir quando se tem parcerias para correr junto. Em determinados casos, é aquele impulso motivacional do colega de grupo que fará com que o corredor iniciante consiga cumprir seu objetivo.

Por fim, há menos chances de sofrer um assalto em um grupo de corrida do que sozinho.

Comentários

Andre disse:

Começa devagar e mais importante .

Clarice Conceição Bezerra melo disse:

Gostei da matéria, peso 85 kilos e tenho 1.65 de altura. Quero iniciar a prática da corrida, mas não sei por onde começar.

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.