Início Geral

Está no DNA

João Agripino de Vasconcelos Maia Filho foi governador da Paraíba há 46 anos, faz 28 anos que morreu, mas continua uma referência para os paraibanos não apenas pelas significativas realizações, mas pelas posições firmes e corajosas, e por cultivar relacionamento com pessoas simples.

O jornalista Sebastião Nery registrou, em seu Folclore Político, episódio que retrata bem João Agripino. Conta que ele foi abordado pelo popular Zé da Onça, durante visita a Teixeira. “Dr. João, preciso de sua proteção”. O governador responde: “Ande direito que terá a minha proteção”. Zé, agradece:”Muito obrigado, governador. Mas eu andando direito, não preciso da ajuda de ninguém”.

Antonio Mariz começou como prefeito de Sousa, em 1963, e cumpriu a promessa de publicar diariamente as receitas e as despesas da prefeitura. Foi afastado pelo golpe militar. A partir de 1970, cumpriu quatro mandatos de deputado federal e foi senador. Ganhou notoriedade pela coragem de defender presos políticos e liberdade de impresa em pleno regime militar. Foi governador por apenas nove meses, mas deixou um sonho para o sucessor: um “Governo da Solidariedade”.

Gervásio Bonavides Maia, como o pai João Agripino, era ousado e destemido, e não tolerava puxa-saco. Foi três vezes deputado e presidente da Assembleia, carreira interrompida por um infarto fulminante.

O primeiro governador é avô, o segundo, primo pelo lado da bisavó, Angelina Mariz Maia, que era de Sousa. O deputado, o pai. Mas a família de Catolé do Rocha ainda deu três governadores ao vizinho Rio Grande do Norte: Tarcísio Maia, Lavoisier Maia e José Agripino.

Esse é o DNA do deputado Gervásio Maia, que aos 41 anos de idade e no 4° mandato consecutivo, assumirá a Presidência do Poder Legislativo da Paraíba, hoje, com a determinação de também deixar sua marca. E considerando os exemplos, a Assembleia será palco de momentos relevantes, e o povo, protagonista.

Tido como o nome do PSB com maior potencial eleitoral depois de Ricardo Coutinho, Gervasinho passa a contar, a partir de hoje, com uma das principais vitrines da política da Paraíba. E como aprendeu a fazer política desde o berço, não desperdiçará a oportunidade. Tem lugar certo na mesa das decisões de 2018.

Parentes

Em Patos, parente de vereador não corre risco de ficar desempregado nesses tempos de grave crise econômica. O novo prefeito, Dinaldo Wanderley (PSDB) tem nomeado esposa, pai, nora, sobrinho…

Parentes 2

Edlamara da Silva Mendes, esposa do presidente da Câmara, Sales Junior, é assessora na Saúde. Osman Xavier, sobrinho do vereador Suélio Caetano, ocupa o cargo de Chefe do Setor de Orçamento Participativo.

Parentes 3

Silene da Silva Nogueira, esposa do vereador Goia, é assessora técnica no gabinete do prefeito, mesmo cargo de Maycon Danilo, filho da vereadora Tide Eduardo, e de José Leudo, pai do vereador Jeferson Melquiades.

Parentes 4

Samira Barbosa de Figueiredo, esposa do vereador Diogo Mendes, é a Secretária Executiva da Mulher, e Giglieli Modesto Rodrigues, nora da vereadora Tide Eduardo, chefe do Setor de Qualificação do Servidor.

Zi0gue Zague

Será hoje a eleição da nova Mesa do Senado. A bancada do PMDB, que por a maior indica o Presidente, escolheu Eunício Oliveira para suceder Renan Calheiros.

Mesmo desgastado por processos e citações da Lava Jato, o alagoano foi escolhido, por aclamação, líder do PMDB. Atropelou o paraibano Raimundo Lira.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.