Início Geral

Estação Cabo Branco abre inscrições abertas para novo curso de teatro; há 20 vagas

“Iniciação ao método do ator” é o tema do novo curso de teatro que está com inscrições abertas na Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, no Altiplano, e no Teatro Lima Penante, na Avenida João Machado, no centro. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas nos dois lugares.

Leia mais notícias de Entretenimento no Portal Correio

Para se inscrever necessário apenas preencher ficha com dados pessoais que estarão disponíveis nos dois lugares. Na Estação, as fichas estão na recepção do prédio administrativo. Serão disponibilizadas 20 vagas.

O curso tem duração de seis meses, com início das aulas no dia 14 de janeiro de 2017. A faixa etária de participação é a partir dos 18 anos de idade. As aulas serão ministradas nos sábados, na Estação Cabo Branco, no horário das 11h às 15h; segundas e quartas no Teatro Lima Penante, localizado no centro da Capital, das 19h às 21h.

A ação é uma parceria entre o Núcleo de Teatro da Estação Cabo Branco e o Núcleo de Teatro Universitário da Universidade Federal da Paraíba (UFPB/NTU). O curso será ministrado pelo ator e diretor de teatro, Flávio Melo, que interpretou recentemente João Dantas, no espetáculo de “João para João” de autoria do diretor Tarcísio Pereira.

Nestes seis meses os alunos terão, no primeiro momento, aulas teóricas sobre a arte de atuar baseada nas concepções de Constantin Stanislavski (1863-1938 – Rússia), ator e diretor de teatro que, em 1897, criou o Teatro de Arte de Moscou, na direção do qual se manteve durante quarenta anos. Tornou-se célebre ao utilizar sua experiência como diretor e professor, para criar um sistema de ensino da arte de representar chamado “O Método Stanislavski”, que consiste em uma técnica de representação realista. O objetivo fundamental das pesquisas Stanislavskianas é estabelecer a total intimidade entre ator e a personagem, para que haja a identificação de ambos.

No segundo momento os alunos irão montar o espetáculo “Pequenos Burgueses” de Máximo Gorki, espetáculo concebido pelo ator russo que consiste num esboço dramático sobre a vida de trabalhadores burgueses da Rússia. “Pequenos Burgueses” foi montada no Brasil pela primeira vez da década de 1960 e traduzida por Fernando Peixoto e José Celso Martinez Correia do teatro oficina. “O espetáculo surge no mesmo momento em que se comemora os 100 anos da revolução russa”, comentou Flávio Melo.


Sobre Flávio Melo
– Formado em Educação Artística pela Faculdade Marcelo Tupynambá (SP), dirigiu os espetáculos “Valsa n° 6” (1991), “Ratos de Esgotos” (1992), “Prêt-à-Porter” (1998), “No Amanhecer da Noite” (2003), e em “As Meninas” (2009). Atuou em “Cinco Bulas sem Contraindicação” (1993), “Pequenos Burgueses” (1996), “Gol Anulado” (1997), “Prêt-à-Porter” (1998), “Fragmentos Troianos” (1999), “Achados e Perdidos” (2000), “No Amanhecer da Noite” (2003), “A Fantástica Peregrinação do Coronel atrás de um Rabo de Saia” (2008), “Paixão do Menino Deus” (2009), “Os Sete Mares de Antônio” (2010) e “Divino Calvário” (2011). Recentemente interpretou João Dantas, na montagem de “João para João”, de autoria do diretor de teatro Tarcísio Pereira.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.