Início Notícias

Grande JP terá isolamento mais rígido, mas já discute flexibilização

O isolamento contra o coronavírus nas cinco cidades conurbadas da Região Metropolitana de João Pessoa (RMJP) deverá ficar mais rígido nos próximos dias. O anúncio foi feito de forma conjunta entre os cinco prefeitos e o governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania), após reunião virtual nesta quinta-feira (28). Os gestores também discutiram sobre a possibilidade de retomada gradual das atividades.

Os prefeitos das cidades de João Pessoa, Santa Rita, Bayeux, Cabedelo e Conde, após a avaliação do cenário epidemiológico relativo à Covid-19, com o aumento significativo no número de casos e óbitos, ficou decidido pela necessidade de medidas conjuntas mais rígidas para conter a evolução da contaminação, além de assegurar o atendimento integral à população na rede de saúde.

A Paraíba passou a marca de 10 mil casos confirmados de coronavírus, com quase 300 mortes. Os dados são da Secretaria de Estado da Saúde (SES), atualizados nessa quarta-feira (27). Cerca de 80% dos casos estão na Grande João Pessoa. A linha que mostra a quantidade de contaminações segue subindo, sem curva para baixo.

Na nota conjunta, os participantes disseram que as ações integradas serão decididas pelo corpo técnico do governo estadual, da Capital e dos demais municípios da Grande João Pessoa envolvidos na iniciativa, elaborando-se um planejamento conjunto de trabalho.

Plano de retomada das atividades

Durante a reunião, os gestores também decidiram que o novo decreto estadual de enfrentamento à pandemia apresentará a primeira versão do plano de retomada gradual, estágio seguinte a ser implementado, que será apresentado pelo governador e prefeitos.

Conforme a nota conjunta assinada pelos gestores das cidades e do Estado, a flexibilização gradual da atividade econômica será adotada de acordo com a evolução do quadro em cada Município, em datas que serão oportunamente anunciadas.

As prefeituras terão autonomia para fazer essa flexibilização, observando todas as recomendações apontadas em cada fase do plano estadual de retomada, assim como os seus respectivos impactos sobre o controle da crise de saúde, assegurando a progressiva superação da mesma.

A nota conjunta é assinada pelo governador João Azevêdo e prefeitos Luciano Cartaxo (PV-João Pessoa), Márcia Lucena (PSB-Conde), Jefferson Kita (PSB-Bayeux) Emerson Panta (PSDB-Santa Rita) e Viitor Hugo (PRB-Cabedelo).

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.