Início Notícias

Ex-deputados são assaltados na porta de casa em João Pessoa

Os ex-deputados estaduais Socorro Marques e Monaci Marques, que são mãe e filho, e a cuidadora da ex-deputada, foram assaltados na manhã desta quinta-feira (10), quando chegavam a casa onde moram, no bairro do Bessa, na Zona Leste de João Pessoa.

Em entrevista ao programa Correio Verdade, da TV Correio, o ex-deputado contou que havia estacionado o carro da família próximo ao prédio onde vivem e, junto com a mãe e a cuidadora, atravessaram a rua para entrar no residencial.

Porém, antes de entraram no prédio, eles foram abordados por quatro bandidos, sendo um deles armado. Durante o crime, o ex-deputado tentou reagir, mas foi derrubado e rendido.

“Quando eu tentei empurrar um deles, o outro apontou uma pistola para mim e já foram logo me derrubando no chão. Abordaram minha mãe e levaram a bolsa dela. Um cordão dela também e saíram no carro [da família]”, contou o ex-deputado.

Após o crime, as vítimas entraram no prédio e foram ao apartamento acionar a polícia. Já os bandidos fugiram no veículo e o abandonaram no município de Caldas Brandão, na Zona da Mara paraibana.

Comentários

  • Edinaldo disse:

    QUEM COM FERRO FERE COM FERRO SERÁ FERIDO

  • Arimathea disse:

    A violência está chegando ao legislativo, executivo e judiciário. Quem sabe assim essas leis medíocres não são modificadas.

  • Waltênisson disse:

    A emenda 37 foi publicada no diário oficial, para ser inseridos 370 policiais militares licenciados, que requereram no CMT. geral PM/PB o cumprimento da lei, mas no Brasil de mãe preta e pai João tudo pode, o bizarro que nada aconteceu, o que deveria ser feito, acionar o STJ, STF ou até mesmo o CNJ. Mas manda quem pode, obedece quem tem juízo, talvez um operador do direito, seja ela quem for, se tomar partido, pode encerrar a carreira de advogado, só que o rei manda, deita e rola no judiciário, abafa o caso. Por fim muito admiro como leigo que sou, entender que não reza na constituição, que o promotor de justiça pudesse entrar com uma ADI, ação direita de inconstitucionalidade, mas na Paraíba jurídica vale tudo, o pior, uma inicial subscrita por uma promotora, numa ADI, sai de um pleito para dar lugar, a um procurador devidamente legalizado; Tchau, vou tomar um café na cozinha de dona Candinha, é muita coisa viu.

  • Binha disse:

    Das desgraças dos outros nao devemos sorri ,porque quando o raio abre nao sabemos onde vai cair.

  • Waltênisson disse:

    Lamentável, os fins não justifica os meios… Não é porque se trata de um político, deve-se externar felicidade!

  • Yuri disse:

    Certamente os comparsas nao reconheceram os parceiros de profissão, Bem feito acho é pouco…

  • Hertulio disse:

    Fico feliz em ver políticos sofrendo pelo descaso da segurança pública em que tinham o DEVER de terem feito algo para aquilatar essa situação.

    • XXX disse:

      Fico impressionado como existe gente ruim, somos majoritariamente formados por pessoar más que se fazem de boazinhas, nossa cultura é um lixo. Como alguém pode ficar feliz por alguém ter sido assaltado, apenas pelo fato de a vítima ser um político? Saiba que você é tão lixo quanto a maioria dos políticos, mas mesmo assim eu não vou ficar feliz se você for assaltado.

  • Gesse disse:

    100 anos de perdão.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.