Início Geral

Ex-prefeito de Patos é condenado a 7 anos prisão em regime semiaberto

O ex-deputado estadual e ex-prefeito da cidade de Patos, Dinaldo Wanderley foi condenado a uma pena de 7 anos e seis meses de reclusão, por desvio de verbas públicas. Ele deverá cumprir pena em regime semiberto. Além do ex-gestor outras quatro pessoas foram também condenadas a 7 anos de prisão. A decisão é do juiz Cláudio Girão Barreto, da 14ª Vara Federal.

Leia mais notícias de Política do Portal do Correio

A condenação ocorreu depois que o Ministério Público Federal (MPF) ofereceu denúncia contra os réus ao constatar que houve crime de desvio de dinheiro público durante o processo licitatório de uma construtora para o construção do esgotamento sanitário no valor de R$ 3 milhões. O contrato seria entre a Prefeitura de Patos e a Fundação Nacional de Saúde (FUNASA).

Outros problemas como emissão de cheque sem fundo e falsidade ideológica foram encontradas no processo de licitação, segundo consta no relatório da decisão do juiz federal.

Em sua defesa, o ex-prefeito alegou que não seria da competência da Justiça Federal julgar o mérito, mas da Justiça Estadual. O magistrado julgo improcedente devido o convênio da prefeitura ter ser firmado com a Funasa, um órgão da esfera federal.

Leia mais
notícias em portalcorreio.com.br,
siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.