Ex-presidente de Câmara de Vereadores é condenado por desvio de verbas, na PB

18
COMPARTILHE

A Justiça da Paraíba condenou o ex-presidente da Câmara de Vereadores do município de Caldas Brandão, Adão Soares, a quatro anos e seis meses de prisão, em regime semiaberto, e multa por ter praticado crime de peculato.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

Adão Soares foi denunciado pelo Ministério Público da Paraíba em fevereiro de 2011, acusado de ter desviado dinheiro público da Câmara de Vereadores. O desvio teria ocorrido durante o exercício de 2009, através de um contrato de locação de veículo no valor de R$ 2,1 mil, mas o carro nunca teria sido usado a serviço da Câmara.

“O que se comprovou nos autos foi a locação forjada do veículo arquitetada pelo réu, desviando valores da Câmara Municipal de Caldas Brandão em seu benefício ou de outrem”, disse o juiz da Vara de Gurinhém, Aluízio Bezerra Filho.

De acordo com a promotora de Justiça Jaine Didier, também ficou provado que a pessoa que aparece como locador do veículo não celebrou nenhum contrato, que suas assinaturas foram falsificadas e que ele nunca se beneficiou de nenhum dos cheques emitidos em seu favor e feitos em favor de pessoas que não locaram qualquer veículo à Câmara de Vereadores.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas