Peças estão expostas no hall do prédio administrativo (Foto: Divulgação)

Exposição ‘Arte Sustentável’ fica em cartaz até este domingo, em JP

Em ‘Arte Sustentável’, o visitante encontrará pedaços de árvores e raízes calcinadas (queimadas) dos incêndios causados pelo homem a Mata Atlântica brasileira

55
COMPARTILHE

A exposição Arte Sustentável – Natureza em Forma e Imagem, da artista plástica paulistana Beatriz Maria Bettanin Dória, fica em cartaz na Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, no Altiplano, até este domingo (20). As peças estão expostas no hall do prédio administrativo. A entrada é gratuita e o horário de visitação é das 10h às 19h.

Em ‘Arte Sustentável’, o visitante encontrará pedaços de árvores e raízes calcinadas (queimadas) dos incêndios causados pelo homem a Mata Atlântica brasileira. Estas receberam um tratamento todo especial nas mãos da artista e ressurgem como verdadeiras obras de arte. As peças são trabalhadas com as imperfeições das árvores para depois dar vida exuberância ao material encontrado na natureza.

Bia Dória, como é mais conhecida, expõe obras da sua primeira fase artística. “São obras de uma das primeiras fases da escultora e evidenciam toda dramaticidade das florestas e matas acometidas pelos incêndios”, comentou a curadora da Estação Cabo Branco, Larissa França.

As obras desta exposição compõem o acervo da TWS Empreendimentos, que ofereceu para o público uma reflexão sobre a questão do desmatamento das florestas, poluição dos rios e mares, ao mesmo tempo em que dá ao visitante a oportunidade de mergulhar nas possibilidades no mundo das artes plásticas, em especial da escultura.

Toda a inspiração para as obras e esculturas desta exposição e de outras que Bia Dória realizou vem de Frans Krajcberg, do qual a artista foi aluna, é admiradora e tem muito respeito. Frans Kracjberg, que morreu no ano passado, abriu a exposição inaugural da Estação das Artes. Ele foi um grande pintor, escultor, gravador, fotógrafo e artista plástico nascido na Polônia e naturalizado brasileiro.

Outras exposições – Em cartaz também na Estação Cabo Branco a exposição comemorativa aos 70 anos do fotografo Guy Joseph. No local, o visitante vai encontrar 100 fotografias, em tamanho A3, que o fotógrafo considera mais relevantes de sua carreira.

Já no dia 22 de maio, próxima terça-feira, será aberta a expositora da artista visual Georgia Cardoso. A exposição é composta por três vídeos-arte que constroem poeticamente essa transição da mulher urbana de volta ao matriarcado. Ainda tem dez pinturas em acrílico onde a mulher é o corpo da temática, unindo em suas singularidades esses diversos matriarcados construídos em cada tela, além de uma instalação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas