Início Entretenimento

Exposição ‘Haidel’ reúne poesia japonesa cordel

A exposição ‘Haidel – O silêncio sagrado ou a quinta geração’ reúne o  haicai (poesia de origem japonesa) e o cordel (poesia típica do Nordeste) e está em cartaz na Galeria de Artes Irene Medeiros até o dia 31 de outubro com entrada gratuita.

A visitação é de terça-feira a sábado das 08h às 12h e de 13h às 21h no Teatro Municipal Severino Cabral, em Campina Grande. A exposição é realização da Prefeitura Municipal de Campina Grande através da Secretaria de Cultura e Associação Amigos do Teatro Municipal Severino Cabral.

A exposição é inspirada na obra homônima da escritora Janaína Lira, que tem como objetivo apresentar ao público o trabalho da poetisa/poeta, que aproxima o haicai (poesia de origem japonesa) e o cordel (poesia típica do Nordeste).

O Haidel é o nome dado para o haicai no suporte do cordel. A exposição reúne oito poemas da autora, oito xilogravuras de Marcelo Soares, além de realizar um tributo ao poeta Matsuo Bashô, que estabeleceu as regras de composição do haicai (três versos distribuídos em 5, 7 e 5 sílabas métricas, respectivamente) e o difundiu pelo Japão no séc XVI. A exposição conta ainda com um busto do poeta Bashô, como também com máscaras feitas em papel reciclado, que representam as culturas japonesa e nordestina.  

Janaína Lira é mestre em Linguagem e Ensino pela UFCG e doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Letras, na área de concentração em Literatura, Cultura e Tradição pela UFPB. Começou a escrever aos 13 anos de idade, sua poesia transita entre os haicais, poemas visuais e a poesia lírica.

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.