Início Geral

Exposição ‘Nós’ está aberta na Estação Cabo Branco, em JP

Terra, água, papel e um pouco de pó de density fiberboard foram alguns elementos usados pelo artista plástico Márcio Rodrigues para compor as obras em cerâmica da exposição “Nós”, que se encontra aberta para visitação pública, no primeiro pavimento da Torre Mirante da Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes, no Altiplano.

Leia mais notícias de Entretenimento no Portal Correio

A exposição ficará em cartaz até o dia 12 de dezembro e pode ser visitada de terça a sexta-feira das 9h até 18h. Sábados, domingos e feriados das 10h às 19h, com entrada gratuita para todos os públicos.

No local o visitante vai encontrar oito objetos artísticos em vários formatos (painéis, totens e potes), produzidos em terracota (paper clay), com imagens em alto e baixo relevo, com engobes coloridos, queimados a 980 graus decorados com grafismo indígenas e iconografias da natureza local, coloridos com a própria terra que lhes deu forma.

“O processo de composição de cada peça durou em média 20 dias e cada elemento tem uma representatibilidade”, comentou Márcio Rodrigues, curitibano que reside em João Pessoa desde 1992. Ele é neto de indígena Guarani, de onde traz toda a influência nos traços quase geométricos impressos nas peças. “Todo trabalho é feito manualmente”, contou Márcio que usa fios, cabos e plugs para chamar atenção para o homem tecnológico.

“O lagarto é uma paixão que tenho e representa a ideia do bem e do mal, do qual mostra essa imparcialidade branca imposta pela sociedade e cobrada por nós mesmos”, explicou. Outro elemento que encontramos é ave que representa, segundo ele, a sabedoria que vai do topo, da cabeça, ao pés.

No espaço expositivo também pode ser vista um painel em lajota cerâmica composta por madeiras de reaproveitamento (pallets industriais de demolição e de embarcações).

Sobre o artista – Márcio Rodrigues é natural de Santo Ângelo (RS), radicado na Paraíba desde 1992. Pintor, escultor, modelador, ceramista desde 2004, instrutor ceramista de comunidades especiais: Quilombolas: Gurugi, Ipiranga e Mituaçu, Conde (PB), Assentados: Assentamento Jardim, Curral de Cima (PB), Assentamento Novo Salvador, Jacaraú (PB), Indígenas: aldeias Ybyquara, Marcação (PB) e São Francisco, Baia da Traição (PB), onde foi realizada a revitalização da Cerâmica Potiguara. Pesquisador da Cultura Material Indígena Potiguara. Em 2006, participou de uma exposição coletiva e somente agora faz uma exposição individual.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.