Início Geral

Exposi??o ?Tomara?, de S?rgio Nascimento, ? montada na Vila do Artes

A Vila do
Artesão está recebendo a exposição “Tomara”, do artista plástico Sérgio
Nascimento, conhecido como um artista muito versátil, que atua nas mais
variadas formas da cultura nordestina, como a dança, artesanato e as artes
visuais e contemporâneas. Sérgio já trabalhou com vários tipos de exposição,
buscando temáticas regionais e problemáticas do povo nordestino.

Leia mais Notícias no Portal Correio 

Dessa vez, o
artista vem com uma exposição intitulada “Tomara”, que consiste em uma forma
visual de latas feitas de zinco, tão conhecidas do sertanejo morador das
regiões semi-áridas do Nordeste, que usa as latas para o transporte e
armazenamento de água. O artista plástico viu nesse objeto cilíndrico e capaz
de espelhar imagens, a possibilidade de experimentações e variações estéticas
quando colocadas de forma organizada uma sobre a outra, fazendo de simples
latas de zinco, objetos de observação de olhares.

A exposição
corresponde à montagem de sua estrutura móvel em diferentes espaços, para que
possam ser apreciadas pelo público, e já passou por diversos locais da cidade,
estando hoje montada na entrada da Vila do Artesão, aproveitando a grande
movimentação do espaço nesse período junino.

Algo que
chama a atenção nesse trabalho do artista plástico é a interatividade que a
montagem possibilita com o público, que é incentivado a alterar a forma
original com a qual foi montada a exibição. Sendo assim, a cada dia as latas
estão montadas de uma forma diferente.

A Exposição
“Tomara” está localizada na entrada da Vila do Artesão, onde permanecerá até o
dia 06 de julho, e é aberta para interação e modificação de sua forma original
através do público, todos os dias no mesmo horário de funcionamento da Vila,
das 09h às 19h, durante todos os dias da semana.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.