Início Geral

Fabricação de materiais de limpeza em presídios da PB contribui na ressocialização de apenados

O projeto ‘Cidadania é Sustentabilidade’, desenvolvido pela Gerência de Ressocialização da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), que proporciona aos reclusos fabricação de sabão artesanal e saneantes domésticos, iniciou uma nova turma na tarde dessa quarta-feira (23), na Penitenciária Desembargador Flósculo da Nóbrega (presídio do Roger), com a participação do Ministério Público, Vara das Execuções Penais da Capital e Instituto Federal da Paraíba (IFPB).

Leia mais Notícias no Portal Correio

Os materiais de limpeza produzidos por esta turma irão suprir a necessidade da própria unidade prisional, assim como haverá a destinação de 10% da produção mensal para a Instituição Filantrópica Vila Vicentina, localizada no bairro da Torre.

Sobre a iniciativa, a juíza da Vara das Execuções Penais da Capital, Andréa Arcoverde Cavalcanti, já enfatizou em algumas ocasiões a potencialidade deste projeto, que, segundo ela, atinge diferentes objetivos e desperta para alguns valores, como a importância da preservação da natureza, a capacitação e reintegração dos apenados e a manutenção da higienização das unidades prisionais, o que é fundamental para a melhoria da qualidade de vida da população carcerária.

A gerente de Ressocialização da Seap, Ziza Maia, ressaltou: “Hoje estamos ampliando o projeto com o início desta nova turma, uma iniciativa que tem proporcionado a qualificação profissional dos reeducandos e criado neles o princípio do reaproveitamento e da reutilização do que normalmente descartamos, do trabalho coletivo e da solidariedade quando cientes que o trabalho deles estará ajudando ao próximo através da doação a uma entidade filantrópica, neste caso os idosos da Vila Vicentina. Nossa perspectiva é que até o dia 15 de dezembro já estaremos com uma produção considerável dos saneantes e realizando a primeira doação aos idosos”.

O projeto, que teve início no dia 20 de julho, no presídio PB1, também em João Pessoa, é realizado por meio de uma parceria entre a Seap e a coordenação do curso de Química do IFPB e objetiva proporcionar à população carcerária uma orientação quanto à destinação correta e sustentável do óleo de cozinha usado, por meio da oferta de oficinas de fabricação de sabão artesanal e saneantes domésticos, criando oportunidades empreendedoras e inovadoras para os apenados, assim como de contribuir de forma decisiva para a mudança de comportamento, a redução da degradação ambiental e para a sustentabilidade econômica e social das populações em situação de vulnerabilidade social e, ainda, de suprir as unidades prisionais com materiais de limpeza em quantidade suficiente para um contínuo estado de salubridade, além de promover a remição de pena através do trabalho.

Parcerias

A participação do IFPB nesta parceria é no sentido de capacitar os reeducandos para execução do trabalho por meio das aulas da professora Fátima Vilar, do curso de Química. Já o Conselho da comunidade irá realizar a doação mensal de materiais para execução do projeto na unidade do presídio do Roger.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.