Início Executivo

Famup reforça orientação do Ministério da Saúde para utilização de vacinas da dose 1

Ministério destaca que a Dose 2 (D2) será disponibilizada em tempo oportuno dentro da da Campanha Nacional de Vacinação
Vacinas da Fiocruz contra a Covid-19 (Foto: Gilson Abreu/AEN)

A Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup) reforçou nesta terça-feira (23) a orientação do Ministério da Saúde para que os municípios utilizem o total de doses distribuídas como Dose 1 (D1) na vacinação da população classificada como prioritária.

O Ministério destaca que a Dose 2 (D2) será disponibilizada em tempo oportuno dentro da da Campanha Nacional de Vacinação, levando em consideração o intervalo máximo (4 semanas).
 
Ofício da Secretaria Especial de Assuntos Federativos diz que ainda, considerada a ascensão dos casos e a importância de promover aceleração da vacinação e a redução dos casos graves de Covid-19, a pactuação tripartite passará a ocorrer com periodicidade semanal (terça-feira), para a reavaliação continuada da estratégia de distribuição das vacinas do Laboratório Butantan, em esquema de entrega consecutiva das D1 e posterior remessa das D2, complementando o esquema vacinal.
 
A vacinação contra a Covid-19 foi iniciada em 18 de janeiro de 2021 com doses que somaram um quantitativo aproximado de 6 milhões, recebidas a partir do Laboratório Sinovac/Butantan. Em continuidade ao processo, o Ministério distribuiu oito pautas consecutivas de vacinas (Sinovac/Butantan e AstraZeneca/Fiocruz) e; incluindo a nona pauta atualmente, já se tem viabilizada a entrega de um total aproximado de 29,7 milhões de doses, das quais 5 milhões da vacina AstraZeneca/Fiocruz, e cerca de 24,7 milhões da vacina Sinovac/Butantan, com o alcance de aproximadamente 20,6 milhões de pessoas.
 
O uso das vacinas D1 partiu de uma autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e atualizada pela Coordenação-Geral do Programa Nacional de Imunizações (CGPNI), do Departamento de Imunização e Doenças Transmissíveis (DEIDT) da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) do Ministério da Saúde (MS).

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.