?Festissauro? tem premia??es e homenagens; confira lista de filmes vencedores

11
COMPARTILHE

O 2º Festissauro teve como um dos pontos conquistados nesta edição a democratização do acesso ao cinema. O evento foi encerrado na noite do último sábado (30) no auditório da Universidade Federal de Campina Grande, em Sousa, no Sertão, a 438 km de João Pessoa.

Leia mais notícias de Entretenimento no Portal Correio

A noite começou com a apresentação de balé, homenagem ao cineasta André da Costa Pinto e entrega da premiação do troféu Guardião do Vale, que contemplou os vencedores das três mostras competitivas: Mostra Competitiva Passagem das Pedras de Curta-metragem Nacional, Mostra Competitiva Rio do Peixe de Curta-metragem Sertanejo e Mostra Competitiva Rastro do Boi e da Ema de Curta-metragem Paraibano. Os filmes foram avaliados por um júri oficial.

A segunda edição do Festissauro conseguiu reunir nomes consagrados no cinema e vem se consolidando como vitrine da produção audiovisual do Sertão paraibano, além de ser um dos principais canais de difusão de obras de novos realizadores, de curtas-metragens e de produções estaduais não exibidas em circuito comercial.
Em cinco dias de realização, o festival exibiu 37 filmes, entre curtas e longas metragens, além de realizações de oficinas de formação, palestras, exposição fotográfica, debates, além das mostras competitivas.

O grande homenageado da noite foi o cineasta paraibano André da Costa Pinto, natural de Barra de São Miguel. Premiado nacionalmente, André é ativista cultural, além de ser o idealizador e ex-coordenador do Festival Audiovisual de Campina Grande – Comunicurtas. André agradeceu o carinho e destacou a importância do festival: “Acho muito interessante participar do II Festissauro, observar que estamos possibilitando tela no estado, porque nossa maior briga era produzir e exibir. Quem faz filme não faz para guardar na estante, faz para exibir. O Festival cumpre um papel muito importante de democratização de acesso, finalização da exibição do curta e de fomentar novos produtores culturais. Acho que foi uma experiência enriquecedora e fico imensamente feliz e repito que essa homenagem é coletiva, pois cinema não se faz só, é uma arte coletiva”.

A diretora de produção Yaroslávia Paiva comentou a relevância do festival para incentivo da cultura local e comentou a participação do jornalista e crítico de cinema paulista Celso Sabatin: “Conseguimos plantar a semente do cinema em cada lugar da cidade, descentralizamos o festival para que toda a população pudesse participar. Agradeço a todos que fizeram parte do festival que colaboraram para o sucesso do Festissauro.”

O Festival

O Festival de Audiovisual do Vale dos Dinossauros (Festissauro) é um evento que congrega realizadores, produtores, estudiosos e espectadores do segmento audiovisual do Sertão paraibano, de outras regiões da Paraíba e do Brasil. O evento nasceu em plena efervescência da produção e difusão do audiovisual no sertão do Estado. Essa efervescência se deve, principalmente, pelas atividades realizadas por Pontos de Cultura, Cineclubes, pelo Centro Cultural Banco do Nordeste, entre outros, que vem propiciando a realização de cursos, exibições itinerantes, produção de filmes e, consequentemente, o surgimento de diversos realizadores e difusores do audiovisual nesta região. O Festissauro tem a missão reunir, exibir, difundir, capacitar, premiar e, principalmente, debater com esses realizadores e representantes governamentais as políticas públicas para o setor. Paralelo a isso, o evento também serve como meio de divulgação do Complexo Turístico Vale dos Dinossauros.

Confira a lista com os filmes vencedores do II Festissauro:

Mostra Competitiva Passagem das Pedras de Curta- metragem Nacional

Melhor Documentário: O Amor foi se Tornando Cada Dia Mais Distante
Melhor Ficção: Poeira de Prata no Escuro do Quarto
Melhor Animação: Dalivincasso
Melhor Roteiro: Poeira de Prata no Escuro do Quarto
Melhor Direção: Marcello Quintella de “O Nome do Dia”
Melhor Fotografia: O Amor Foi se Tornando Cada Dia Mais Distante
Melhor Montagem: O Amor Foi se Tornando Cada Dia Mais Distante
Melhor Direção de Arte: O Nome do Dia
Melhor Maquiagem: Poeira de Prata no Escuro do Quarto
Melhor Figurino: O Nome do Dia
Melhor Ator: Pedtro Fasanaro (Sailor) e Protagonista de “Procura-se”
Melhor Atriz: Miwa Yanagizana de “O Nome do Dia”
Melhor Trilha Sonora Original ou Adaptada: O Homem que Pintava Músicas
Melhor Som: O Amor Foi se Tornando Cada Dia Mais Distante
Prêmio Vladimir Carvalho de Melhor Pesquisa: Dalivincasso
Melhor Filme Júri Popular: #Apaixonadinho
Menção Honrosa Júri Popular Oficial: Imãsginações
Júri: André da Costa Pinto, João Carlos Beltrão e Kleyton Canuto

Mostra Competitiva Rastro do Boi e da Ema de Curta-metragem Paraibano

Melhor Documentário: Adiós, Jamapa Vieja!
Melhor Ficção: Ilha
Melhor Roteiro: Ilha
Melhor Direção: Ismael Moura de “Ilha”
Melhor Fotografia: Sobre Cabelos
Melhor Montagem: Adiós, Jampa Vieja!
Melhor Direção de Arte: O Lendário Escritor de Frases…
Melhor Maquiagem: Prisão das Almas
Melhor Figurino: Prisão das Almas
Melhor Ator: Fernando Teixeira, Por “Ilha”
Melhor Atriz: O Júri optou por não conceder este prêmio.
Melhor Trilha Sonora Original ou Adaptada: Sobre Cabelos
Melhor Som: Ilha
Prêmio Vladimir Carvalho de Melhor Pesquisa: O Lendário Escritor de Frases…
Melhor Filme Júri Popular: Ilha
Júri: Beth Formaggnini, Celso Sabadin e Hipólito Lucena.

Mostra Rio do Peixe de Curta-Metragem Sertanejo

Melhor Documentário: Malha
Melhor Ficção: Quase Vida
Melhor Roteiro: Malha
Melhor Direção: Malha
Melhor Fotografia: Capela
Melhor Montagem: Malha
Melhor Direção de Arte: Capela
Melhor maquiagem: O júri optou por não conceder este prêmio.
Melhor Figurino: Quando Batem As Seis Horas
Melhor Ator: O Júri optou por não conceder este prêmio.
Melhor Atriz: Barbara Santos de “Quase Vida”
Melhor Trilha Sonora Original ou Adpatada: Quase Vida
Melhor Som: Capela
Prêmio Vladimir de Carvalho de Melhor Pesquisa: Malha
Melhor Filme Júri Popular: Herdeiras da Mentira
Júri: Beth Formaggini, Celso Sabadin e Hipólito Lucena.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas