cineclube-exibe-o-filme-moscou-nesta-quinta-em-cg
Teatro Municipal Severino Cabral, em CG (Foto: Divulgação)

Fidélia Cassandra volta aos palcos em apresentação nesta sexta

Ingressos estão à venda no local aos preços de R$20 (inteira) e R$10 (estudante)

31
COMPARTILHE

Após um intervalo de mais de 15 anos sem se apresentar em shows solo, a campinense Fidélia Cassandra retorna aos palcos com ‘Todas as suas traduções’ nesta sexta-feira (10), no Teatro Severino Cabral, em Campina Grande. O show autoral acontece a partir das 20h. Os ingressos estão à venda no local aos preços de R$20 (inteira) e R$10 (estudante).

Na apresentação, Fidélia irá apresentar 21 canções, a exemplo de “O Samurai Vermelho”, “Glicosídrica”, ‘Um Nordeste Blues” e “Tango do Desdém”. O trabalho abrange o período de composição iniciado em meados dos anos 80 até o momento atual, algumas em parceria com nomes como Fábio Dantas, Geraldo Pinto e Sinedei Moura.

Fidélia disse que “voltar aos palcos, depois de 15 anos, é um marco muito importante dentro da minha carreira de recomeços. Por não ter uma trajetória artística contínua, sinto que estou sempre recomeçando, todavia com mais e mais experiência e paixão pela música. A música e a poesia são o que me movem e me comovem”.

A cantora fez alguns shows autorais nos anos 90, porém com a presença de canções de grandes compositores, como Noel Rosa, Chico Buarque, Tom Jobim, entre outros. E sobre essa apresentação completamente autoral ela comenta. “Antes, era necessário incluir músicas conhecidas da plateia, contudo, creio haver chegado a ocasião mais propícia para mostrar o meu trabalho, na íntegra, destacando também o ofício daqueles que me acompanharam em toda essa caminhada criativa”, disse.

Sobre a sua inspiração na hora de compor ela revela que “são motes bem
diversificados. Falo do amor, da mulher, sobre a angústia, a questão social, aquilo que
me incomoda e me faz refletir acerca da alegria e das dores humanas, as inquietações
das pessoas”, detalhou.

‘Todas as suas traduções’ terá as participações do cantor Pedro Augusto, da
cantora Adília Uchôa, do Grupo Baú de Chorinho, do Grupo Vocal Flor de Quipá, do
violonista Mano Marquez, do ator Sérgio Simplício, da atriz e cantora Tania Régia, e da
Cia Ônix Tribal, com coreografias de Andreza Rodrigues.

Notícias mais lidas