Moeda: Clima: Marés:

Paraibano: fim de semana tem Clássico Tradição e mais dois jogos

Time do Povo soma um ponto em duas rodadas; adversário ainda não atuou no Estadual. Queimadense teve uma semana para treinar; adversário vem de derrota, mesmo em casa; Botafogo e Treze se enfrentam em João Pessoa
Foto: Divulgação/Auto Esporte

O Auto Esporte fez as contas e chegou à conclusão da necessidade de vencer os próximos jogos, pelo Campeonato Paraibano, a começar pela partida contra o CSP, neste sábado (21), no estádio Almeidão, às 16h, em João Pessoa. O Time do Povo soma um ponto em duas rodadas. O adversário ainda não atuou na competição estadual.

  • Veja mais abaixo sobre os outros jogos do Paraibano no fim de semana

A campanha mostra que o Auto Esporte atuou duas vezes, somando apenas um ponto, depois de empatar em 1 a 1 com a Queimadense e perder por 3 a 2 para o Treze, todos os jogos disputados no estádio Almeidão. O time alvirrubro comandado por Reginaldo Sousa marcou três gols, tomou quatro e tem um aproveitamento de 16,7 %.

Para escalar o time considerado titular do Auto Esporte, o treinador Reginaldo Sousa conta com duas peças importantes, os atacantes Thiago Santos e Saulo. Mas ele ainda tem preocupação com a formação do sistema defensivo e meio-campo. Estão no departamento médico Obede, Everton, Leandro e Robinho.

“Um jogo difícil contra o CSP. Este Campeonato Paraibano está muito equilibrado. O Auto Esporte precisa vencer. Nosso time vem de dois resultados que não agradaram, mas estamos preparados e nossa expectativa é de fazer uma grande partida e sair de campo com uma vitória”, disse o treinador Reginaldo Sousa.

O CSP-PB não fez nenhum jogo pelo Campeonato Paraibano, tendo os três primeiros jogos adiados, devido à participação nas disputas da Copa São Paulo de Juniores. O time comandado por Josivaldo Alves vive uma grande ansiedade para a estreia na competição estadual.

O árbitro para comandar o jogo entre Auto Esporte x CSP é Diego Roberto. Os assistentes são Luís Filipe e Rafael Guedes. O quarto árbitro é Bruno Monteiro.

O Auto Esporte abre só a arquibancada principal. O ingresso será R$ 40 inteira e R$ 20 e meia para quem tem direito. O torcedor pode pagar R$ 20 inteira e mais 1kg de alimento.

Queimadense e Serra Branca jogam no Amigão

Com uma derrota na primeira rodada e um empate na segunda partida, o time do Queimadense agora tem a chance de conquistar a primeira vitória no Campeonato Paraibano. O Carcará encara o Serra Branca, neste sábado (21), no estádio Amigão, às 16h, em Campina Grande, pela quarta rodada da competição estadual.

Com um jogo adiado, o Queimadense teve uma semana para treinar e se fortalecer. O adversário vem de uma derrota, mesmo tendo jogando em casa.

Foto: Divulgação/Queimadense

Ocupando o 8º lugar na classificação do certame estadual, o time do Queimadense soma um ponto, com um empate com o Auto Esporte, em 1 a 1, em João Pessoa, e uma derrota de 1 a 0 para o Campinense, no estádio Amigão. O Carcará marcou um gol e sofreu dois. O time tem 16,7 % de aproveitamento.

O Serra Branca tem aproveitamento zerado, por ter atuado uma vez e perdido por 2 a 1, para o Sousa, no estádio Amigão. O time comandado por Marcelinho Paraíba, mesmo contando com uma estrutura bem montada e abastada financeiramente, marcou um gol e tomou dois e precisa vencer para fugir da lanterna da competição.

Com dois jogos adiados pela Federação Paraibana de Futebol, o Serra Branca ainda vai encarar o Botafogo-PB, devido à participação do adversário nas disputas das eliminatórias da Copa do Nordeste, e contra o CSP, que na época da partida estava atuando na Copa São Paulo de Futebol Juniores.

Para comandar a partida envolvendo Serra Branca x Queimadense, a comissão estadual de arbitragem da Federação Paraibana de Futebol escalou o árbitro, Afro Rocha. Os assistentes são Paulo Ricardo e Ademílson de Souza. Enquanto que, o indicado para ser o árbitro reserva foi Josimarques Domingos.

Clássico Tradição

O Clássico Tradição, encontro envolvendo os times de Botafogo-PB e Treze, disputa iniciada em 1939, volta a ser realizado neste domingo (22), às 16h, no estádio Almeidão, em João Pessoa, pela quarta rodada do Campeonato Paraibano. As duas equipes entram em campo em situações opostas na classificação da competição oficial da Paraíba, mas os dois precisam vencer.

O Botafogo-PB joga pressionado devido aos últimos resultados, dois empates no Campeonato da Paraíba, somando dois pontos conquistados contra Sousa (1×1) e Campinense (2×2). O time botafoguense marcou três gols e tomou três, tendo apenas 33,3 % de aproveitamento. Por isso, a torcida cobra um resultado positivo e, principalmente, uma apresentação convincente.

Foto: Cristiano Santos/Botafogo-PB/Divulgação

Além disso, o representante de João Pessoa acumula um período de seis meses sem vencer uma partida oficial. Este ano, antes de empatar as duas partidas pelo estadual, o time tinha empatado com o Retrô (0x0) e perdido para o Santa Cruz-PE, em encontros disputados pelas eliminatórias da Copa do Nordeste de 2023.

A diretoria tem feito de tudo para levar o time a um resultado positivo no próximo compromisso, procurando motivar a torcida, prometendo novas contratações para melhorar o elenco. O primeiro a chegar à Maravilha do Contorno, em João Pessoa, foi o volante Willian Kaefer. O jogador, que estava na Jacuipense, assinou contrato até o fim da temporada e já está integrado ao nosso elenco.

O Treze ocupa uma posição mais elevada na competição estadual, sendo o segundo colocado na classificação geral, com seis pontos, duas vitórias, em duas rodadas, e uma derrota. O Galo da Borborema marcou cinco gols e tomou quarto e tem 66,7% de aproveitamento, depois de vencer São Paulo-PB (2×0) e Auto Esporte (3×2) e perder para Nacional de Patos (2×0).

O detalhe é que das três partidas que o Treze realizou, duas foram no estádio Almeidão, quando passou pelos são-paulinos e pelos automobilistas. Agora, a missão do Galo é mais complicada diante dos botafoguenses, como admitem jogadores e comissão técnica do alvinegro.

No entanto, para voltar à liderança do Campeonato Paraibano, o Treze precisa vencer. Com isso, chegaria aos nove pontos, para superar o Sousa que soma sete pontos. Esse é um dos motivos destacados pelo treinador William de Mattias, que teve uma semana para preparar a equipe.

Estatística do clássico

Nas oito décadas de história, a estatística do clássico tradição indica que Botafogo-PB e Treze já se enfrentaram 407 vezes. Os trezeanos venceram 162 partidas. Os botafoguenses ganharam 132 jogos. Foram registrados 113 empates. O Treze marcou 585 gols e o Botafogo-PB fez 499 gols.

Arbitragem

Considerado o jogo mais importante deste fim de semana, pela quarta rodada do Campeonato Paraibano, a comissão estadual de arbitragem da Federação Paraibana de Futebol escalou o árbitro Tiago Ramos para comandar Botafogo-PB e Treze. Os assistentes são Gleydson Francisco e Schumacher Marques. O quarto árbitro é Willian Cácio.

publicidade
© Copyright 2024. Portal Correio. Todos os direitos reservados.