Início Pandemia

Forças armadas, de segurança e salvamento terão prioridade na vacinação contra Covid

Informação foi postada pelo governador do Amapá, Waldez Góes (PDT), no Twitter
Suplentes, PM, Polícia Militar
Foto: Imagem ilustrativa/Divulgação

Em Nota Técnica nº297/2021, divulgada nesta quarta-feira (31), o Ministério da Saúde acatou a solicitação dos governadores do Nordeste e incluiu as forças de segurança e salvamento e as forças armadas, que trabalham diretamente no enfrentamento à pandemia, no grupo prioritário de vacinação contra a Covid-19.

A informação foi postada pelo governador do Amapá, Waldez Góes (PDT), no Twitter e repercutidas no blog da jornalista da Rede Correio Sat, Sony Lacerda.

A remessa com as doses específicas para esses profissionais deve ser confirmada ainda nesta quarta, em nova nota técnica do ministério, e vacinação poderá começar a partir da próxima semana.

Os ofícios foram encaminhados ao Ministério da Saúde e também ao de Educação, este último para inclusão de professores das redes públicas e privadas de ensino, nessa terça-feira (30).

Segundo o Governo da Paraíba, neste primeiro momento, serão imunizados os trabalhadores envolvidos no atendimento e transporte de pacientes, em resgates e atendimento pré-hospitalar, nas ações diretas de vacinação contra a Covid-19 e na vigilância das medidas de distanciamento social, com contato direto e constante com o público independente da categoria.

Os outros trabalhadores da Segurança Pública que não se enquadrarem nessas atividades deverão ser vacinados de acordo com o andamento da campanha nacional de vacinação.

Foto: Reprodução

Palavras Chave

PandemiaVacina
publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.