FPF e clubes se re?nem nesta ter?a para definir sobre adiamento do Paraibano

16
COMPARTILHE

Representantes dos 10 clubes da primeira divisão do Campeonato Paraibano 2016 vão se reunir, na tarde desta terça-feira (26), com o presidente da Federação Paraibana de Futebol (FPF), Amadeu Rodrigues, para definir como vai ficar o estadual já que o Ministério Público da Paraíba (MPPB) recomendou que ou o Paraibano tenha as primeiras rodadas sem torcida nas arquibancadas ou tenha o seu início adiado. ‘Acesse o Voz da Torcida’.

Leia mais notícias de Esportes no Portal Correio

A recomendação veio após o promotor Valberto Lira alegar que os laudos técnicos dos estádios não foram protocolados em tempo hábil junto ao MPPB para que os estádios passem por inspeções.

Segundo o presidente da FPF, a entidade ainda não tem posição definida, e vai esperar o que os clubes decidirão.

O MPPB alegou que desde dezembro provocou a FPF para que os laudos dos estádios fossem providenciados.

Já a FPF contou que, em novembro, solicitou a confecção dos documentos técnicos ao Estado, que administra o Almeidão, Amigão e o Perpetão, além das prefeituras de João Pessoa, Santa Rita, Patos e Sousa, que administram, respectivamente, os estádios da Graça e CT Ivan Tomaz; Teixeirão; José Cavalcante; e Marizão.

O Treze, proprietário do estádio Presidente Vargas, também foi solicitado a apresentar os laudos, mas, segundo Valberto Lira, os documentos estavam incorretos.

Veja o vídeo abaixo:

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas