Início Geral

Goleiro Bruno revela orgia em festa dos jogadores do Flamengo

O goleiro Bruno, que cumpre pena de 22 anos e três meses de prisão pela morte de Eliza Samudio, revelou em entrevista à revista Placar, publicada nesta edição da Playboy, que a farra era grande nas festinhas entre os jogadores. “Rolava muita festa, farra e orgia no meio dos jogadores. Foi numa dessas que eu conhecia a Eliza”, contou. 

Na época, Bruno já era casado com Ingrid Cavalheiros e afirmou que a “mulher ficava em casa esperando, enquanto ele se esbaldava nas festas com três ou quatro mulheres”. A entrevista de Bruno ainda complicou o ex-companheiro Marcinho, que teria perdido a cabeça durante uma dessas festas.

“Numa dessas festas, no meu sítio, o Marcinho estava meio alterado, perdeu a cabeça e levantou a mão para uma das meninas. Eu o empurrei na hora, ele me empurrou de volta, nos estranhamos. Eu gritei com ele: ‘Você é maluco? Bater em mulher? Deixa a menina em paz! Em mulher não se bate’”.

Apesar de cumprir pena por assassinato e ocultação de cadáver, Bruno está cada vez mais próximo voltar ao futebol. Em 16 de abril, o atleta, preso em Contagem (MG), recebeu uma boa notícia da Justiça e ficou mais próximo do retorno aos campos. A Vara de Execuções Criminais de Contagem não se opôs à sua transferência para Montes Claros, cidade do clube de mesmo nome com o qual o jogador já tem contrato assinado. Os advogados do atleta entraram com pedido no dia 15 de abril para que houvesse uma troca de presos. Para voltar a jogar futebol, no entanto, Bruno terá que mudar seu atual regime de prisão (fechado) para o semiaberto.

Palavras Chave

Portal Correio
publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.