Início Geral

Greve de servidores pode parar abastecimento de ?gua em Campina e Cagepa recorre ao MP

A greve de trabalhadores da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) já dura dez dias e pode prejudicar o abastecimento no interior do estado. João Pessoa não aderiu ao movimento. Para resolver o caso, a Companhia recorreu ao Ministério Público da Paraíba nessa quarta-feira (25).

Leia também: Greve de servidores pode parar abastecimento de água em Campina e Cagepa recorre ao MP

O diretor da Cagepa, Deusdete Queiroga, se reuniu com o procurador-geral da Justiça do MPPB e os dois discutiram soluções para o problema que pode, inclusive, afetar Campina Grande, a segunda maior cidade do estado.

Leia mais Notícias no Portal Correio

“O direito à greve tem que ser respeitado e garantido aos servidores, mas temos que garantir também que a população de Campina e de algumas outras cidades do interior da Paraíba não seja prejudicada e fique sem o abastecimento de água, um serviço essencial às pessoas”, ressaltou o procurador-geral, adiantando que, assim que receber o expediente da Cagepa com o pedido, o encaminhará à Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor de Campina Grande.

Mais de 2 mil trabalhadores da Cagepa no interior do estado estão em greve desde o dia 16 de junho e reivindicam reajuste salarial de 15%, aumento de 27% no ticket alimentação e melhores condições de trabalho.

A Cagepa informa que tem como proposta para a categoria a mesma que foi aceita pelos trabalhadores de João Pessoa, ou seja, aumento de 6,54% e reajuste de 10% no ticket de alimentação, que saiu de 590 para R$ 650.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.