Início Geral

Greve n?o reduz tr?nsito, aumenta pre?os dos ‘alternativos’ e prejudica trabalhadores em JP

A cidade de João Pessoa e os municípios de Bayeux, Santa Rita e Cabedelo, na região metropolitana, amanheceram sem ônibus circulando pelas ruas por conta da greve dos operadores iniciada a zero desta segunda-feira (7). As principais paradas dos coletivos urbanos estavam quase vazias e as poucas pessoas que permaneciam no local estavam à espera dos transportes alternativos.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Apesar da greve, o trânsito em vários corredores de João Pessoa apresentou engarrafamentos.  

O comercio local também demorou a abrir as portas. Muita gente deixou de ir ao trabalho ou chegou com atraso. A Lagoa do Parque Solon de Lucena, no Centro da Capital, por onde circulam quase todos os ônibus, amanheceu tranquila e com pouco movimento de comerciantes e passageiros.

No bairro de Mangabeira, o mais populoso da Capital, o tráfego de mini vans foi constante até o Centro da cidade. Os engarrafamentos parecem ter dado uma trégua nos trajetos de maiores fluxos.

No Terminal da Integração no bairro do Varadouro, os portões amanheceram fechados e nenhum ônibus estava no local. As pessoas que foram em busca de algum transporte para trabalhar ou para voltar para casa tiveram que recorrer aos serviços dos transportes alternativos.

Apesar da prática não ser regulamentada na Capital, os motoristas aproveitaram o momento para explorar o comércio das passagens e o preço das corridas estava variando entre R$ 4 a R$ 10. Muitos deles estavam no Terminal da Integração em diversos tipos de veículos pegando os passageiros e avisando aos gritos o preço da passagem.

Os taxistas também estão aproveitando a greve e encontrar algum veículo parado nas praças da cidade foi difícil. Todos já estavam circulando pegando de dois a quatro passageiros que optavam por dividir o pagamento da corrida até o Centro da cidade.

Já na estação ferroviária da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), muita gente optou por ir de trem às cidades de Cabedelo e Santa Rita. O local estava cheio de passageiros logo pela manhã cedo.

A CBTU informou que espera um aumento superior a 100% na quantidade de passageiros nos trens urbanos da região metropolitana.  

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.