Grupo explode caixa eletrônico na prefeitura de Caaporã; parte do prédio desaba

211
COMPARTILHE

Um grupo de assaltantes explodiu dois caixas eletrônicos instalados na sede da prefeitura de Caaporã, na Grande João Pessoa, na madrugada desta quinta-feira (15). Parte da estrutura do prédio desabou. Com o ataque, a cidade fica sem equipamentos para saque de dinheiro.  Veja vídeos mais abaixo. 

Leia mais Notícias no Portal Correio

A explosão teria acontecido entre as 2h30 e 3h. O Portal Correio procurou a Polícia Militar na cidade para saber detalhes do ocorrido, mas o oficial de plantão se recusou a passar qualquer informação sobre o caso.

Em grupos de WhatsApp, áudios atribuídos a moradores de Caaporã relatam as explosões e mostram que os assaltantes também efetuaram vários disparos de arma de fogo. Cápsulas de fuzis calibre 762 e grampos foram encontrados nas ruas da cidade. 

Ao Portal Correio, um morador da cidade denunciou que Caaporã é “praticamente abandonada pela Segurança Pública”. “Quem paga o alto preço por esse descaso é a população”, lamentou ele, que preferiu não ser identificado na matéria.

Esta não é a primeira vez que um caixa eletrônico da cidade é destruído por assaltantes. Em agosto, uma agência do Banco do Brasil ficou completamente destruída após ser atacada por um bando criminoso. A explosão, além de destruir estrutura física e equipamentos do banco, ainda danificou a sede da prefeitura, que fica ao lado da agência. 

Conforme apuração da TV Correio, dois carros que teriam sido usados pelos bandidos foram abandonados em um canavial distante cinco quilômetros do prédio da prefeitura. Até a publicação desta matéria, nenhum suspeito tinha sido preso. 

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas