Início Destaque

Homem é executado a tiros em apartamento no Bessa

Um homem foi assassinado a tiros em um apartamento no bairro do Bessa, em João Pessoa, na madrugada desta quinta-feira (21). Segundo a Polícia Civil, algum morador do prédio teria facilitado a entrada dos criminosos, deixando o portão principal aberto. A autoria e motivação do assassinato serão investigadas.

À TV Correio, o delegado Bruno Germano contou antes de entrar no prédio os executores do crime destruíram as câmeras de segurança. “Já conseguimos recuperar as imagens feitas antes de as câmeras serem quebradas. Os suspeitos chegaram em um carro preto. O principal executor estava com o rosto coberto, mas um comparsa sem capuz aparece no vídeo”, informou o delegado.

Bruno Germano contou ainda que sete tiros de arma calibre 12 teriam sido disparados pelos bandidos, mas apenas dois atingiram a vítima. “Eles atiraram na porta da casa e depois na porta do quarto onde a vítima estava”, explicou. O delegado ouviu alguns vizinhos, que informaram apenas terem ouvido gritos. “Segundo a vizinhança, os executores diziam ser policiais ao invadir o apartamento”.

Ainda conforme o delegado, a vítima – que seguia sem identificação até o início da manhã – havia alugado o apartamento há cinco meses. As primeiras apurações mostraram que a vítima dividia o local com um amigo. A polícia acredita que esse homem esteja envolvido no crime.

“O ambiente do crime é estranho. O apartamento tem poucos móveis, pouca roupa. Não tem comida. Basicamente é só água e bebida alcoólica. Parece ser um apartamento que servia apenas como ponto de apoio. De repente para alguma atividade ilícita, mas por enquanto não é possível dar certeza”, avaliou Bruno Germano.

O delegado disse que um dos primeiros passos da investigação será ouvir o amigo que dividia apartamento com a vítima. “É bom que ele se apresente. Se não, iremos descobrir quem ele é e onde está”, finalizou.

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.