Moeda: Clima: Marés:
Início Notícias

Hospital Edson Ramalho está superlotado e pode ser interditado

O Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) recebeu um ofício da diretoria técnica do Hospital da Polícia Militar Edson Ramalho, em João Pessoa, informando sobre superlotação da unidade e que, por este motivo, os atendimentos clínicos estarão suspensos a partir do dia 21 de setembro. Assista ao vídeo acima para ver detalhes e declarações.

De acordo com o documento, há cerca de 50 pacientes internados aguardando vagas no hospital ou em outra instituição de saúde. Com a pandemia, o número de atendimentos da unidade mais que dobrou, ficando acima da capacidade de atendimento do hospital.

Nesta quarta-feira (16) o CRM-PB foi ao hospital verificar as denúncias e, ao mesmo tempo, já notificou diretores de hospitais e UPAs, além da diretoria da Central de Regulação do Estado, para debatermos como será feito o fluxo de pacientes.

A diretoria técnica do Hospital Edson Ramalho também informou ao CRM-PB que, diante da diminuição dos casos de Covid-19, as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) já deveriam iniciar o atendimento aos pacientes com outras enfermidades.

Ainda conforme o documento do hospital, antes da pandemia, a unidade atendia uma média de 1,6 mil pacientes por mês e que, atualmente, esse número aumentou para 4 mil atendimentos mensais.

Comentários

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.