Início Geral

Hugo Motta declara voto a favor do impeachment da presidente Dilma

O deputado federal Hugo Motta (PMDB-PB) anunciou, na manhã desta quarta-feira (13), que votará pelo impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). Ele era listado entre os parlamentares que ainda não tinham emitido posicionamento a respeito do processo de impedimento do atual governo.

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

Em postagem no Facebook, Hugo Motta fundamentou sua decisão na crise e “flagrante esvaziamento das potencialidades econômicas e sociais” do país. Ele disse ainda que nunca esteve indeciso sobre o impeachment, mas que seu silêncio representava apenas prudência.

A bancada do PMDB da Paraíba tem três deputados federais. Além de Hugo Motta, que presidiu a CPI da Petrobras, os deputados Manoel Júnior, que já declarou voto a favor do impeachment, e Veneziano Vital do Rêgo, que é apontado como indeciso.

O presidente estadual da legenda, senador José Maranhão, afirmou na segunda-feira (11), ao Portal Correio, que reunirá os deputados para definir uma posição uniforme da bancada. Ele é favorável ao impeachment de Dilma.

Leia, abaixo, a íntegra da nota publicada por Hugo Motta.

Bom dia, meus amigos, minhas amigas.

O Brasil está em crise. E precisamos repetir essa frase, para termos a dimensão dos impactos causados por nossas decisões. Esse momento não é de oportunidades, mas de flagrante esvaziamento das nossas potencialidades econômicas e sociais. Com a crise, são poucos os que conseguem sair maiores, grande parte da população sai perdendo.

Sou um jovem parlamentar que acompanha de perto todos os problemas pelos quais o país passa. Tenho assistido ao sucateamento das estruturas públicas, da perda de credibilidade e legitimidade do atual governo, que não soube aproveitar as oportunidades quando necessário. Eu não poderia ser descuidado ao emitir opiniões e apresentar decisões a respeito dos rumos que queremos para o Brasil sem antes refletir sobre os acontecimentos da atualidade.

Não posso concordar que as conquistas sociais que alcançamos nos últimos tempos sejam desperdiçadas. Precisamos nos unir em torno de um projeto novo, que tenha a responsabilidade com a continuidade dos programas sociais, com a retomada do crescimento do mercado de trabalho e com a diminuição das desigualdades que estão se acentuando. O atual governo não apresenta mais um plano de crescimento para o país, já foram esgotadas as possibilidades de governabilidade e não conseguimos enxergar, da forma que está, melhorias para os brasileiros.

Muito foi especulado sobre a minha indecisão quanto ao impeachment da presidente Dilma Rousseff. No entanto, quero dizer que nunca houve indecisão de minha parte, mas prudência.

O momento era de avaliar, e não de jogar lenha na fogueira, separando ainda mais nosso povo em dois lados. Era necessário que o processo se estabelecesse, que as causas fossem esclarecidas, para que pudéssemos nos posicionar de maneira tranquila, com a consciência de que fizemos o que é mais justo e honesto para o Brasil e para os brasileiros.

O PMDB tem tido, ao longo da sua história, compromisso com a sociedade, tomando posicionamentos importantes, que reconfiguram a forma como nossa política se estabelece. Desta vez, e mais uma vez, os peemedebistas demonstram estar ao lado do povo, decidindo em prol do bem-estar social e do retorno da tranquilidade e credibilidade governamental.

Quero lhes dizer que votarei favorável ao impeachment, na certeza de que nossas instituições estão mais firmes do que há 23 anos, quando passamos por um processo turbulento de ruptura de um mandato. Passamos por momentos mais difíceis a época. Agora, tenho certeza que estamos mais esclarecidos, mais fortes e unidos, para tocar os destinos dessa nação.

 

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.