IGF come?a com ?Day 0?, autoridades e representante da ONU em JP; veja fotos

30
COMPARTILHE

O Fórum de Governança da Internet (IGF na sigla em inglês) começou nesta segunda-feira (9), no Centro de Convenções, em João Pessoa, com o ‘Day 0’, precedendo a série de whorkshops e palestras oficiais que acontecem a partir desta terça-feira (10). O governador Ricardo Coutinho (PSB) participou do evento, assim como o secretário-assistente geral da ONU, Lenni Montiel, representando o secretário-geral Ban Ki-moon, além de ministros e outras autoridades. Veja galeria de fotos abaixo.

Leia também:

* Ministro exalta avanço da banda larga em casas do governo em JP

* Cartaxo tem reunião com representantes da ONU antes do IGF

* Ricardo participa do ‘Day 0’ do Fórum de Governança da Internet, em JP

* Mark Zuckerberg e vice-presidente no Google deverão estar em João Pessoa

O presidente da Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado da Paraíba (Fapesq) e membro da Comissão Brasileira do IGF, Claudio Furtado, informou que a manhã do “Dia 0” já contou com workshops de autoridades e empresas ligadas à Internet, a exemplo da Isoc (The Internet Society). “Houve ainda encontro de parlamentares estrangeiros e estamos na expectativa da programação do Brasil, que começa à tarde com o chamado “high level meeting”, ou seja, o encontro de alto nível, onde vão se reunir cerca de 40 autoridades do mundo inteiro e será aberta pelo nosso governador Ricardo Coutinho”, disse Furtado.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Também participando do ‘Dia 0’ do IGF estava o presidente da Associação Nacional para Inclusão Digital (Anid), Percival Henriques. Ele comentou que desde o evento realizado no Quênia, criou-se uma tradição de ter o “Day 0”, atividade incluída no calendário e coordenada pelo país sede. “Hoje teremos majoritariamente reunião de autoridades e amanhã temos a abertura oficial. Mas hoje já tivemos atividades igualmente importantes, a exemplo de uma reunião sobre democratização da internet e o papel social da mídia, organizada pelos Ministérios da Cultura e das Comunicações. Essas mesmas autoridades participam de atividade oficiais e paralelas, reuniões bilaterais onde surge a oportunidade de conversar e trocar ideias”, relata Henriques.

Alguns dos workshops da manhã foram sobre liberdade na internet, criança e internet, iniciativa mundial sobre a internet, desenvolvimento sustentável e liderança colaborativa na rede.

Pela manhã, uma das presentes era Sylvia Cadena, coordenadora do programa ISIF Asia (International Society of Information Fusion, na Asia), que visa empoderar comunidades a fim de projetar e implementar soluções baseadas na Internet para as suas próprias necessidades de desenvolvimento. “O ISIF Asia possui 68 projetos financiados em oito anos, desde que começamos. São pequenos projetos de acesso à internet, mas também de saúde e educação. A ideia desses programas é tratar de mostrar qual é o impacto positivo que tem a internet na vida das pessoas. Que todas essas discussões de governança de internet também afetam a vida das pessoas nessas comunidades”, explicou Sylvia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas