Implanta??o do VLT atrasa na Grande JP e CBTU culpa conten??o de verbas do PAC

32
COMPARTILHE

Após nove meses de atraso, a terceira composição do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) da Grande João Pessoa deverá chegar à Capital no mês de março deste ano. É o que prevê o presidente da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU), Marco Fireman, que justificou o atraso na entrega por causa da contenção de recursos, na ordem de R$ 65 milhões, feita pelo Ministério das Cidades no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), afetando o orçamento da CBTU.

Leia também:

* Tarifa dos trens da Grande JP vai ficar mais cara para cobrir dívida de R$ 2,6 bi da CBTU;

* Novos trens começam a operar a partir de fevereiro na Grande JP, com segurança reforçada;

* Recursos do PAC atrasam e sistema do VLT de JP só deve ficar pronto em 2017;

* CBTU-RJ nega atrasos no repasse de recursos do PAC para VLTs de João Pessoa

De acordo com Marco Fireman, o atraso na entrega do VLT não compromete a modernização das composições da CBTU em João Pessoa. Apesar disso, segundo o presidente da companhia, a crise que atinge o Brasil contribuiu para que os recursos sofressem esse retardo.

Leia mais Notícias no Portal Correio

“O que aconteceu com o terceiro VLT de João Pessoa foi a contenção de recursos do PAC, que comprometeu a entrega dessa composição. Mas, já está tudo pronto e a empresa que fabrica o VLT, que também está em crise financeira, condicionou a entrega da composição ao pagamento da parcela, que deverá ser feito até março”, afirmou Marco Fireman.

Os novos VLTs de João Pessoa começaram a chegar no fim do ano de 2014 e iniciaram as operações em fevereiro de 2015. O sistema de VLTs da Capital deverá contar com oito composições. A previsão inicial era de que toda a frota fosse entregue até novembro de 2015, mas, com todos esses atrasos, Fireman disse que não tinha em mãos os dados dos novos prazos para continuidade da entrega dos novos trens.

O Ministério das Cidades foi procurado para falar sobre os motivos dos recursos do PAC para modernização dos trens estarem atrasados, mas a assessoria de comunicação não deu resposta, nem prazo para se manifestar sobre o assunto.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas