Moeda: Clima: Marés:
Início Consumidor

Inadimplência atinge mais de 1,1 milhão de paraibanos, diz Serasa

Inadimplência está em alta desde dezembro, refletindo um cenário econômico de grandes dificuldades, afirma Serasa
Inadimplência
Foto: Marcello Casal Jr./Agência Brasil

A inadimplência atingiu mais de 1,1 milhão de paraibanos em março deste ano, um total de mais de R$ 3 bilhões em dívidas. O tíquete médio de dívida por inadimplente chega a R$ 3.377,03 e o tíquete médio por dívida a R$ 1.230,00.

As informações foram divulgadas nessa segunda-feira (2) pelo Serasa e fazem parte do Mapa da Inadimplência e Renegociação de Dívidas no Brasil.

Pelo segundo mês consecutivo, a inadimplência bateu recorde no país, chegando a 65,69 milhões de pessoas. Segundo o levantamento, no mês de março, o número de endividados subiu 0,81% em relação a fevereiro, e não atingia esse patamar desde o começo da pandemia, em abril de 2020.

A soma de todas as dívidas cresceu 0,91% em relação a fevereiro, atingindo o total de R$ 265,8 bilhões, superando em R$ 7,5 bilhões o montante registrado no pico da pandemia, em 2020. O valor médio da dívida de cada inadimplente também aumentou 0,10%, alcançando R$ 4.046,31, equivalente a quase quatro salários-mínimos.

Com relação aos segmentos, as finanças dos brasileiros permanecem comprometidas com bancos e cartões, que representam 28,17% das dívidas em março. Na sequência vem as utilities (contas básicas, como água, energia e gás), com 23,21%, contra 23,2% em fevereiro. Já as contas em Varejo seguem em terceiro lugar, tendo aumentado de 12,40% (fevereiro) para 12,62% em março.

Entre os inadimplentes, o maior número está na faixa etária dos 26 a 40 anos (35,2%), seguida pela faixa de 41 a 60 anos (34,9%). As mulheres (50,2%) apresentaram uma pequena diferença entre os endividados com relação aos homens (49,8%).

“A inadimplência está em alta desde dezembro, refletindo um cenário econômico de grandes dificuldades. Em um momento desafiador como este, acreditamos que o conhecimento e a educação são uma das principais alternativas para uma vida financeira mais saudável e para evitar ou até mesmo sair da inadimplência” diz Aline Maciel, gerente da plataforma Serasa Limpa Nome.

Palavras Chave

ConsumidorEconomia

Comentários

Deixe seu comentário
Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2022. Portal Correio. Todos os direitos reservados.