Início Serviços

Indefinição faz redutores de velocidade ficarem desligados

Houve ordem do presidente para que eles não sejam acionados, mas não foi enviado comunicado oficial

Dez novos redutores de velocidade foram instalados em trechos da BR-230, entre João Pessoa e Cabedelo, na região metropolitana, mas os equipamentos vão ficar sem gerar multa por tempo indeterminado.

Leia também:

A medida decorre da indefinição por parte do governo federal sobre o funcionamento dos redutores porque houve uma ordem do presidente Jair Bolsonaro (PSL) para que eles não sejam acionados, mas não foi enviado um comunicado oficial sobre a situação ao Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit) na Paraíba.

Quem explica é o chefe do Serviço de Operações do Dnit em João Pessoa, Ítalo Filizola. Ele disse ainda que os equipamentos têm que ser instalados para cumprimento de contratos. “Estamos cumprindo prazos contratuais, conforme cronograma com a empresa responsável pelas lombadas”, afirmou.

Em todo o estado, são 181 redutores de velocidade instalados em rodovias, sendo que apenas 31 deles estão funcionando, entre as cidades de Patos e Cajazeiras, no Sertão, onde “estão em plena possibilidade de registrar a inobediência aos limites de velocidade permitidos de condutores, com vistas à penalização dos mesmos”.

Em 8 de março deste ano, Bolsonaro anunciou o fim das lombadas eletrônicas em todo o Brasil. Em 31 de março, ele determinou o cancelamento da instalação de 8 mil radares no país. Nessa quarta-feira (10), a juíza Diana Vanderlei, da 5ª Vara Federal em Brasília, proibiu a retirada de radares de velocidade das rodovias federais do Brasil.

Em meio ao impasse, Ítalo alerta para que os motoristas evitem imprudência. “Todas as rodovias são sinalizadas, portanto, os usuários devem respeitar os limites de velocidade”. Segundo ele, o Dnit aguarda apenas que o Ministério da Infraestrutura defina sobre a operação dos equipamentos.

*Matéria atualizada para correção de informações. Segundo o Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit), os redutores da Grande JP estão ligados, mas não podem gerar infrações até que o Ministério de Infraestrutura sentencie. Já os redutores do Sertão, estão funcionando e podem gerar multas aos infratores.

Comentários

  • William Nascimento Araújo disse:

    Entre campina grande e soledade estão funcionando pois não vi placas de redutor de velocidade não..

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.