Início Geral

Jogador chuta bola no ?rbitro e pega 50 anos de suspens

Enquanto no Brasil alguns atletas usam e abusam de peitar árbitros e às vezes até agredi-los, a Suíça, um país tido como neutro na política, assume uma posição rígida quando o assunto é autoridade do juiz.

Leia mais notícias de Esportes no Portal Correio

O zagueiro Ricardo Ferreira, do Portugal Futebol Clube (Quarta Divisão), da cidade de Berna, achou que estaria abafando ao chutar a bola no rosto do árbitro. Na verdade ele estava se afundando, porque pegou uma suspensão de 50 anos pela ousadia. Isso mesmo, 50 anos.

Ricardo Ferreira, de 28 anos, entrou no segundo tempo do jogo e, após o árbitro entoar o apito final, o atleta, revoltado, chutou a bola no juiz e foi acusado de ainda despejar uma garrafa de água sobre o agredido. O seu time havia perdido o jogo para o Worb, por 1 a 0.

Como não foi a primeira vez que ele mostrou este lado destemperado, a Liga de Futebol Amador da Suíça optou pela severa punição. O advogado da entidade, Robert Breiter justificou:

— Não queremos este tipo de jogador na nossa liga. Infelizmente, acontece um caso desses uma vez por ano. O agravante no caso de Ferreira foi a reincidência. Chegou a ser suspenso por 45 partidas depois de agredir jogadores adversários e ter ofendido autoridades da partida.

Quando jogava pelo Galícia, em 2009, Ferreira já havia sido suspenso por um ano, após ter tirado o apito da boca do árbitro. Desta vez, porém, ele contesta a acusação. Segundo seu colega, Manoel Pinto, o árbitro, que estava de costas, só percebeu quem foi o autor do chute porque Ferreira correu em sua direção pedindo desculpas pelo ato que, segundo ele, foi involuntário.

Na verdade, a punição é por tempo indeterminado e o prazo de 50 anos só foi estabelecido porque o sistema de informática da Liga exige que se coloque uma data-limite no preenchimento das ocorrências. Mas ainda há possibilidade de a pena ser mantida. Neste caso, Ferreira voltará a jogar somente em 2064, com 78 anos.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.