Jovem confessa que matou três pessoas para não ter família assassinada, na PB

30
COMPARTILHE

Um agricultor de 20 anos foi preso na segunda-feira (30), suspeito de cometer um triplo homicídio na cidade de Santa Rita, na Grande João Pessoa. Ele teria confessado a autoria e dito que matou dois irmãos e um primo depois das vítimas ameaçarem a família dele. O crime aconteceu no dia 10 de maio em um rio de Santa Rita. Entre as vítimas, está uma criança de 10 anos. A prisão aconteceu em virtude de um mandado de prisão temporária.

Leia mais Notícias do Portal Correio

Segundo o delegado de Homicídios, Carlos Othon, que conduziu as investigações, o crime foi motivado depois de uma discussão entre um irmão das vítimas e o jovem. “As vítimas tinham um irmão que é deficiente físico e ele foi consumir drogas em frente à casa do rapaz. O rapaz não concordou com o consumo na frente da casa e houve uma discussão”, disse.

O delegado explicou que após a discussão, as vítimas teriam ameaçado a família do jovem. “Quatro dias depois da ameaça, o executor disse que aproveitou que os irmãos e um primo estavam no rio e matou os três a tiros e facadas. O rapaz confessou que teve a ajuda de uma segunda pessoa, que ainda não foi localizada”, comentou.

Carlos Othon revelou que a arma do crime foi vendida na feira livre de Santa Rita, mas não foi encontrada, apesar das buscas. O suspeito foi levado para o Presídio Padrão da cidade onde fica à disposição da Justiça.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e veja nossos vídeos no Youtube. Você também pode enviar informações à Redação do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas