Meio Ambiente

Justiça

#SouRepórterCorreio

TV Correio

Caso será investigado pela Polícia Civil (Foto: Reprodução)

Jovem é retirada de ônibus sob ameaças e estuprada por dois homens

Caso aconteceu na noite dessa segunda-feira, no bairro Bodocongó, em Campina Grande. Nenhum suspeito foi preso

1613
COMPARTILHE

Uma adolescente de 17 anos foi estuprada por dois homens, na noite dessa segunda-feira (13), em Campina Grande. Segundo apuração da TV Correio, a vítima foi abordada por um dos suspeitos, que estava armado com faca, em um ônibus. Ele fez ameaças à adolescente e disse que ela deveria descer do coletivo quando o cúmplice pedisse parada.

O trecho escolhido pelos criminosos era no bairro Bodocongó, próximo ao campus da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). Já na rua e coagida pela dupla, a adolescente foi levada para um matagal. Lá, ela foi abusada sexualmente pelos dois homens. Os criminosos fugiram logo após a violência.

A vítima pediu ajuda a duas mulheres que passavam por perto do local. Elas emprestaram um celular e adolescente telefonou para o pai, contando o que havia acontecido. Familiares resgataram a adolescente e o caso foi registrado em uma delegacia. Em seguida, a vítima foi levada para o Instituto de Saúde Elpídio de Almeida (Isea), onde passou por exames e tomou  medicamentos anti-retrovirais (para impedir a infecção por doenças sexualmente transmissíveis).

Até a publicação desta matéria, nenhum suspeito tinha sido identificado ou preso pela polícia.

Acompanhamento psicológico

Em nota, a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) disse que se sensibiliza com a situação da adolescente e colocou à disposição dela serviços de apoio psicológico e assistência em saúde para que ela possa se recuperar do trauma sofrido com todo o suporte necessário. “A Clínica de Psicologia da UEPB está disponível para acompanhar o estado emocional da adolescente e atuar para amenizar os danos psicológicos causados pelo abuso sofrido”, divulgou a instituição. “A jovem ou seus responsáveis podem manter contato com a Pró-Reitoria Estudantil (PROEST), através do telefone (83) 3315-3450, para que sejam dados os encaminhamentos necessários para o atendimento à adolescente”, completa o comunicado.

Notícias mais lidas