Início Trânsito

Juiz decreta prisão preventiva de suspeito de matar motoboy em acidente no Retão de Manaíra, em João Pessoa

Mandado de prisão tem validade de 20 anos (homicídio qualificado). O caso agora está sob segredo de Justiça
Carro ficou parcialmente destruído e motorista fugiu do local (Foto: Reprodução/TV Correio)

O juiz da 3ª Vara Criminal de João Pessoa, Wolfram da Cunha Ramos, decretou a prisão preventiva de Ruan Ferreira de Oliveira, suspeito do crime de homicídio, nesse domingo (12). O mandado de prisão tem validade de 20 anos (homicídio qualificado). O caso agora está sob segredo de Justiça. As informações são da jornalista da Rede Correio Sat, Sony Lacerda, em seu blog.

Ruan é suspeito de atropelar e matar o motoboy Kelton Marques, de 33 anos, na madrugada do último sábado (11), na Avenida Flávio Ribeiro Coutinho (Retão de Manaíra), em João Pessoa, por volta das 5h.

Através de uma câmera de dentro do automóvel dele, a polícia descobriu que o motorista trafegava pela via em alta velocidade, ultrapassou o sinal vermelho e atingiu o motoboy a 163km/h.

Após a colisão, Ruan fugiu sem prestar socorro. Câmeras de segurança de prédios na área mostram um homem correndo após o acidente. No interior do veículo, a polícia encontrou latas de cerveja e uma porção de maconha.

A defesa do suspeito disse à Rede Correio Sat que o cliente vai se entregar e que ele a família estão recebendo ameaças.

Comentários

  • adriano disse:

    Lécio, o que Paulo freire tem com isso? Bolsonaro não sabe ler, aí sim podemos dizer que o método Paulo freire é fraco…

  • Simone disse:

    Suspeito não , assassino sem noção , a prisão devia ser perpétua , postar que deveria ser permitido atropelar motoqueiro,isso não é gente não….está de PARABENS O JUIZ

  • Lecio moraes disse:

    Pense num jornalista fraco, sem coragem e sem caráter, tratar um assassino desse como ( suspeito) ???? Essa geração paulo freire e nada é a mesma coisa.

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.