Início Geral

Julgamento de trio acusado de canibalismo come?a em Pernambuco

Começou na manhã desta quinta-feira (13), em Pernambuco, o julgamento do trio acusado de matar, esquartejar, comer e fazer salgados com restos mortais de três mulheres. Eles estão sendo julgados no Fórum de Olinda. Jorge Beltrão, Isabel Pires e Bruna Silva ficaram conhecidos como os ‘“Canibais de Garanhuns”.

Leia mais Notícias do Portal Correio

Na época da prisão, foi descoberto que o trio havia morado em duas casas no município paraibano de Conde, distante 17 km de João Pessoa. Nos livros encontrados em poder dos canibais, os suspeitos se referem a uma vítima que teriam feito no Conde, chamada Iolanda. Mas as investigações descartaram esta hipótese, já que foi constatado que ela não trabalhou para eles.

Leia também:

Canibais vendiam coxinhas feitas de carne humana; vídeo

Seita de canibais queria evitar aumento da população

Canibais fizeram sopa usando cérebro e outras partes das vítimas

 

 

 

Segundo informações do Fórum, os três serão julgados apenas pela morte de Jéssica Camila da Silva Pereira, 17 anos, ocorrida em 2008, em Olinda. Pedaços de carne da vítima foram guardados na geladeira para serem consumidos pelo trio e também pela filha de Jéssica, supostamente a primeira mulher assassinada por eles. As outras duas vítimas foram assassinadas em Garanhuns, no agreste do Estado, e o julgamento ainda não está marcado.

Em denúncia o Ministério Público afirmou que a vítima foi assassinada em maio de 2008, no bairro de Rio Doce, em Olinda. Ainda segundo o Ministério, logo após o assassinato de Jéssica, os réus passaram a criar a filha da vítima, além da acusa Bruna Cristina ter assumido a identidade da assassinada.

Entre os crimes os quais os três réus serão julgados em outubro estão: homicídio quadruplamente qualificado (por motivo fútil, com emprego de meio cruel, sem dar chance de defesa à vítima e para assegurar impunidade, ocultação e outros crimes) e vilipêndio, que quer dizer desrespeito ao cadáver.

A juíza Maria Segunda Gomes de Lima disse que espera terminar o julgamento ainda nesta quinta-feira, mas que os trabalhos podem se estender até a sexta-feira (14). Ela adiantou que um intervalo será feito para o almoço.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.