Justi?a extingue a??o de C?ssio contra Ricardo por perda de prazo

16
COMPARTILHE

O Tribunal Regional Eleitoral, em decisão monocrática do juiz Breno Wanderley, decidiu extinguir a ação judicial que acusa de conduta vedada na eleição passada a coligação ‘A Força do Trabalho’ de Ricardo Coutinho (PSB). A ação foi impetrada pela coligação “A Vontade do Povo’ de Cássio Cunha Lima (PSDB).

Leia mais notícias de Política no Portal Correio

A decisão de Breno Wanderley foi harmônica com parecer do Ministério Público Eleitoral. A coligação de Cássio acusa Ricardo de ter usado a Granja Santana, residência oficial do governo do Estado, em benefício da campanha, caracterizando exploração da máquina administrativa. A ação pedia ainda a cassação do mandato do governador reeleito e o pagamento de multa.

De acordo com a decisão do magistrado, a coligação de Cássio perdeu o prazo de responder à solicitação de inclusão da vice-governadora Lígia Feliciano (PDT) no processo.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas