Justiça da PB nega Habeas Corpus a suspeito de fraudar concursos no Nordeste

46
COMPARTILHE

A Câmara Criminal do Tribunal de Justiça da Paraíba negou, nessa quinta-feira (19), um Habeas Corpus com pedido de liminar em favor de um suspeito apontado como um dos líderes do suposto esquema criminoso responsável por fraudes em concursos públicos na Paraíba e em outros estados do Nordeste. O relator do processo foi o juiz Ricardo Vital de Almeida.

Leia mais Notícias no Portal Correio

O suspeito foi preso na 2ª fase da ‘Operação Gabarito’, em maio deste ano, após se entregar, espontaneamente, por ter facilitado o ingresso da filha no curso de Medicina. A estudante obteve o 1º lugar no vestibular através da ajuda de uma associação criminosa.

Enquanto aguarda o julgamento do processo, o suspeito permanece preso no 5º Batalhão de Polícia Militar, no bairro do Valentina, em João Pessoa.

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossaspáginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

 

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas