Pedras de Fogo

Remuneração de R$ 12 mil

Inquérito concluído

TV Correio

laudo-diz-que-motorista-de-onibus-causou-acidente-com-mortes-em-go
Ônibus saiu de Cajazeiras (Foto: Corpo de Bombeiros DF)

Motorista de ônibus causou acidente com mortes em GO, diz laudo

Ônibus havia saído de Cajazeiras, com destino a Goiânia, capital de Goiás, quando bateu de frente com um caminhão

488
COMPARTILHE

O laudo pericial da Polícia Civil de Goiás concluiu que o motorista do ônibus da empresa Guanabara foi o causador do acidente entre o veículo e um caminhão, que resultou na morte de nove pessoas. O acidente aconteceu no dia 15 deste mês no quilômetro 45 da BR-020, próximo ao município de Formosa, em Goiás.

Leia também:

* Acidente com ônibus da PB deixa 6 mortos e 12 feridos

* Sobe para 8 número de mortos em ônibus que partiu da PB para Goiás

O ônibus havia saído de Cajazeiras, no Sertão da Paraíba, a 487 quilômetros de João Pessoa, com destino a Goiânia, capital de Goiás, quando bateu de frente com um caminhão.

Conforme o laudo, o caminhão seguia a 90 km/h quando o ônibus, que vinha em sentido contrário, invadiu a pista. O motorista do ônibus ainda tentou desviar e evitar o acidente, mas não conseguiu.

“A posição final do ônibus e as marcas de frenagem produzidas por esse veículo indicam que o ônibus, após invadir a faixa leste (da rodovia), iniciou um deslocamento à direita na tentativa de retornar à faixa oeste e de desviar do caminhão que vinha em sua direção, porém não havendo tempo e espaço suficiente para a retomada, resultando no choque entre as duas unidades. O perito criminal conclui que a causa determinante do acidente foi o comportamento ilegal do motorista do ônibus”, informou o laudo.

Ao Portal Correio, o delegado do caso, Jandson Bernardo, da Polícia Civil em Formosa, afirmou que a investigação segue em curso e que o inquérito sobre o acidente deve ser encerrado após ele ouvir o motorista do caminhão que foi atingido pelo ônibus.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your name here
Please enter your comment!

Notícias mais lidas