Início Geral

Mais de 1.400 armas de fogo foram apreendidas na Para?ba somente este ano

As ações de repressão ao crime na Paraíba têm intensificado a quantidade de armas apreendidas no estado e, com isso, houve também a redução de crimes contra a vida usando este tipo de instrumento. De acordo com os dados do Relatório do Núcleo de Análise Criminal (Nace) da Secretaria de Segurança e Defesa Social (Seds), o uso de armas de fogo para a prática de CVLI – Crimes violentos letais intencionais – caiu neste primeiro semestre. De janeiro a junho de 2014, foram registrados 572 assassinatos com o uso de armas de fogo, uma queda de 13% se comparado ao mesmo período do ano passado, quando aconteceram 656 crimes contra a vida utilizando revólveres e outros tipos de armamento.

Leia mais notícias no Portal Correio

Em relação aos números de apreensões, nos últimos três anos já foram retiradas de circulação 9.153 armas, o que representa uma média de sete unidades diariamente. Só nos seis primeiros meses de 2014 foram apreendidas 1.464 armas de fogo, um aumento de 9% se comparado com o mesmo período de 2013, quando 1.339 revólveres, pistolas e outros tipos de armas foram pegos pelas Polícias Civil e Militar.

Os dados do Nace também indicam redução nas modalidades de crime. Os assassinatos decorrentes de reação a Crimes Violentos Patrimoniais (CVP) caíram 40% comparando o 1º semestre de 2013 e o de 2014 (de cinco para três respectivamente). Já os latrocínios reduziram de 16 casos no ano passado para nove contabilizados entre os meses de janeiro a junho deste ano, o que representa uma variação de 44%.

Para o secretário executivo da Secretaria de Segurança e Defesa Social, Jean Nunes, as apreensões de armas de fogo indicam um trabalho eficiente das polícias. “À medida que as forças policiais se empenham no recolhimento de armas de fogo, significa que menos instrumentos letais estão nas ruas, e isto diminui as chances de eles estarem nas mãos de bandidos”, disse o secretário.

 

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.