Início Notícias

Trauma atendeu mais de 10 mil vítimas de acidentes de trânsito em 2018

Os acidentes de trânsitos são um dos principais motivos de atendimento no Hospital Estadual de Emergência e Trauma Senador Humberto Lucena, em João Pessoa. Nos últimos quatro anos, já deram entrada na unidade de saúde mais de 42 mil vítimas. Em 2018 foram 10.401.

Leia também:

Trânsito matou 859 pessoas nas vias estaduais em 2018
Acidentes matam 118 e deixam mais de 1,5 mil feridos na PB
Em média 50 pedestres sofrem acidentes a cada mês em João Pessoa

Os casos envolvendo pessoas do sexo masculino (7.722) é quase três vezes maior do que o número de pessoas do sexo feminino (2.716). No que se refere à faixa etária, o setor de estatística da instituição verificou que mais de 80% dos acidentes acontecem entre as idades de 18 a 59 anos (8.379), seguidos por adolescentes (978), crianças (605) e idosos (476).

Para o diretor técnico do hospital, Leonardo Leite, os acidentes de trânsito já são considerados uma pandemia, devido aos números caóticos. “Atualmente, de cada 10 pacientes que atendemos aqui, sete são de acidentes de trânsito, principalmente moto, sendo que a maioria é causada por imprudência dos motoristas”, completou.

Motocicletas

Os casos envolvendo motocicletas são os que mais se destacaram. Entre 2015 a 2017, houve um aumento em média de 5% ao ano. Já em 2018, quando foram registradas 7.756 ocorrências, houve um decréscimo de 4,7%, com relação a 2017 quando tiveram 8.131 vítimas.

Segundo Leonardo Leite, dentre os traumas ocasionados pelos acidentes de trânsito, o politraumatismo é o mais recorrente e o mais grave. Como foi o caso do paciente Marcos Silva, que sofreu um acidente de moto, quando voltava do trabalho. “Foi tudo muito rápido, só me lembro de um veículo me trancando e acordar três dias depois numa UTI. Tive traumatismo craniano grave e amputei um dedo do pé, mas graças a Deus estou vivo”, completou.

Atropelamentos 

Ainda de acordo com a análise dos números apresentados pelo setor de estatística da instituição, os atropelamentos ocuparam a segunda posição entre os acidentes de trânsito com 1.044, seguidos por: automóvel (986), bicicleta (590) e ônibus (25). Os bairros onde ocorre a maioria dos acidentes na capital paraibana são: Valentina(371), Mangabeira (368) e Centro (242). Outros locais que chamam a atenção estão localizados na BR-230 (668) e nos municípios de Santa Rita (553), Bayeux(454), Mamanguape(291) e Cabedelo (218).

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.