Malaysia Airlines considera prematuras especula??es sobre destro?os de avi

23
COMPARTILHE

A companhia aérea Malaysia Airlines considerou nesta quinta-feira (30) ser “prematuro” especular se os destroços de avião encontrados no Oceano Índico são da aeronave desaparecida que fazia o voo MH370, enquanto as autoridades não identificam sua origem.

Leia mais Notícias no Portal Correio

A peça encontrada, com 2 metros de comprimento, que parece ser parte de uma asa do avião, foi encontrada por algumas pessoas que limpavam uma praia na ilha francesa da Reunião.

“Neste momento seria demasiado prematuro especularmos sobre a origem” dos destroços, disse a Malaysia Airlines em comunicado, indicando que estava trabalhando “com as autoridades competentes para confirmar a matéria”.

O ministro dos Transportes, Liow Tiong Lai, já tinha anunciado que o seu governo enviou uma equipe de especialistas para analisar as peças encontradas, alertando para o risco de se tirarem conclusões precipitadas.

O avião saiu de Kuala Lumpur, capital da Malásia, em março de 2014 e deveria ter aterrissado na capital chinesa quase seis horas depois. Até hoje o aeronave não foi encontrado. As autoridades malaias declararam em janeiro que consideravam todos os passageiros como mortos. O avião desapareceu durante a noite, quando sobrevoava o Mar do Sul da China, com 239 pessoas a bordo.

Em respeito à Legislação Eleitoral, o Portal Correio não publicará os comentários dos leitores. O espaço para a interação com o público voltará a ser aberto logo que as eleições de 2018 se encerrem.

Notícias mais lidas