Início Geral

Mangaba fica abaixo do preço na PB e extrativistas indígenas recebem ajuda de R$ 54,3 mil

Extrativistas indígenas da Paraíba começam a ser contemplados, nesta semana, com R$ 54,3 mil. O benefício, concedido pela Companhia Nacional do Abastecimento (Conab) a 43 trabalhadores, é relativo à venda de 42,6 mil quilos de mangaba a preço inferior ao mínimo determinado pelo governo federal. Comente no fim de semana.

Leia mais Notícias no Portal Correio

Os extrativistas residem nas aldeias Silva de Belém, no município de Rio Tinto, e Grupiuna, em Marcação. A subvenção no valor de R$ 1,09 por quilo complementará a renda obtida na venda da mangaba da safra 2016/2017 por valor médio de mercado de R$ 1,20/Kg, enquanto o preço mínimo é de R$ 2,29/ Kg. Outros 100 extrativistas da mesma região devem ser beneficiados assim que comprovarem a venda da produção pelo preço inferior ao mínimo. 

O extrativista que quiser acessar a Política de Garantia de Preços Mínimos para Produtos da Sociobiodiversidade (PGPM-Bio) deve procurar a Conab Paraíba com a nota fiscal comprovando a venda do produto, RG, CPF, DAP, e realizar um cadastro. O limite máximo por DAP é de R$ 2 mil/safra.

Além dos produtores de mangaba, também podem ser contemplados pela PGPM-Bio que planta açaí, andiroba, babaçu, baru, borracha extrativa, cacau extrativo, castanha-do-brasil, carnaúba, juçara, macaúba, pequi, piaçava, pinhão e umbu. 

Leia mais notícias em portalcorreio.com.br, siga nossas
páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram e veja nossos vídeos no
Youtube. Você também
pode enviar informações à Redação
do Portal Correio pelo WhatsApp (83) 9 9130-5078.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.