Início Geral

Manoel Júnior diz que Dilma cometeu crimes contra Constituição

O deputado federal paraibano Manoel Júnior (PMDB) foi escalado pela bancada para falar em favor da instauração do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff. Ele pediu o afastamento imediato da presidente e disse que todas as irregularidades apontadas demonstram que ela feriu vários dispositivos constitucionais e cometeu crime de responsabilidade.

 Leia mais notícias de Política no Portal Correio

Manoel Júnior começou o discurso falando de sua trajetória política na Paraíba. Afirmou que nenhum cidadão brasileiro gostaria de estar vivendo. “Queríamos um momento sem nenhum tipo de atropelo moral e ético. Aqui estamos falando em somas de desvios de mais de R$ 90 bilhões, sem autorização deste Legislativo”, bradou.

Segundo ele, o Congresso Nacional se depara num momento importante da história da República, “que é extremamente conturbada”. O deputado lembrou que votou na instituição do Parlamentarismo, que, na sua opinião, seria uma forma de governo muito mais estável e que enfrentaria todas as turbulências sem maiores problemas. Manoel Júnior frisou que o país não teve sequer um momento, nos últimos 20 anos, sem uma crise política ou institucional. “Isso é culpa do culto permanente da personalidade presidencialista que gera esse tipo de situação”, comentou.

Manoel Júnior fez uma defesa contundente da Lei de Responsabilidade Fiscal e disse que Dilma contrariou o Código Civil e o Código Penal Brasileiro. “Devo representar com responsabilidade e respeito o clamor das ruas. Este julgamento é o impeachment”, afirmou, mostrando a Constituição Federal, que determina que nos crimes de responsabilidades, o presidente possa ser afastado.

O deputado elogiou o parecer do relatório de Jovair Arantes (PTB-GO) na Comissão Especial do impeachment na Câmara Federal. Ele concluiu sua fala com frase de Ulysses Guimarães: “A Nação quer deve mudar, a Nação quer mudar, impeachment já”.

Palavras Chave

Portal Correio

Comentários

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será revelado.

publicidade
© Copyright 2021. Portal Correio. Todos os direitos reservados.